Igreja Batista Getsemâni

Preso na Operação Sangria, ex-secretário desiste de pedir liberdade

Redação Muvuca Popular
Redação

Huark-Luiz-Alves-Secom-Cuiabá.jpg

 

Envolvidos em fatos revelados pela Operação Sangria, o ex-secretário de Saúde de Cuiabá, Huark Douglas Correia, e os médicos Luciano Correia Ribeiro e Fábio Liberali Weissheimer, desistiram de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ). A decisão da defesa aumenta rumores sobre delações premiadas em andamento junto ao Ministério Público (MPE).   

Leia também - Pedido de liberdade de ex-secretário de Saúde é negado 

A operação Sangria apura fraudes em licitação, organização criminosa, corrupção ativa e passiva, crimes cometidos através de contratos celebrados com as empresas usadas pela organização, em especial, a Sociedade Mato-Grossense de Assistência Médica em Medicina Interna (Proclin), Serviços de Saúde e Atendimento Domiciliar (Qualycare) e Prox Participações.            

Foram presos no dia 30 de março Huark Douglas Correia, Fábio Liberali, Fábio Taques, Kednia Iracema Servo, Luciano Correia, Fábio Taques Figueireiro e Celita Liberali. Os nomes também foram detidos na primeira fase da operação, em dezembro de 2018.     

Celita, Fábio Alex Taques, Kedina Iracema e Flávio Alexandre Taques já estão em liberdade.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br