Igreja Batista Getsemâni

Produtores fazem protesto e ameaçam parar atividades

Setor pede o fim da cobrança de tributo sobre a produção de milho

Do Local Amanda Caroga / Redação Helena Corezomaé
redacaomuvuca@gmail.com

WhatsApp Image 2019-05-15 at 14.29.44.jpeg

Foto: Amanda Caroga

Produtores rurais de Mato Grosso realizaram um protesto nesta quarta-feira, 15, em frente ao Cenário Rural em Cuiabá, contra a proposta do governo do estado de cobrar tributos sobre a produção de milho. Os representantes do Agro ainda ameaçaram parar as atividades se as reivindicações não forem ouvidas pelo governador Mauro Mendes (DEM).   

“Esse é o primeiro de muitos dias que virão. Hoje é só um protesto, mas se não formos ouvidos as máquinas irão parar no campo”, afirmaram.

Conforme Anderson, produtor rural de Canarana, uma das principais reivindicações do setor é a aplicação do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

“A reivindicação do produtor rural é que o Fethab seja investido onde ele é previsto, que é nas estradas, ou então isole ele. Na verdade, o governo fez uma reunião ás 9h da manhã e até agora nem atendeu a gente”, declarou Anderson.

Os produtores cobram que todo o valor arrecadado seja investido na melhoria da infraestrutura de Mato Grosso. Além disso, também pedem o fim da cobrança de tributo sobre a produção de milho, que começou este ano.

“O produtor não merece ser lesado, quem paga imposto cobra resultado! Cadê o Fethab? O governo do estado criou o Fethab II tributando o milho, que é já tem uma produção inviável, e ainda vem mais tributo. Então, essa é a razão pela qual estão aqui os representantes de 3 milhões de hectares de soja produzida em Mato Grosso, um milhão e meio e produção de milho”, declarou um dos organizadores da manifestação.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br