Igreja Batista Getsemâni

Servidores da Saúde se juntam aos professores e paralisam atividades

Funcionários exigem o cumprimento da Revisão Geral Anual (RGA)

Redação
redacaomuvuca@gmail.com

 

Conforme foi deliberado em assembleia-geral, na manhã desta segunda-feira (10), os servidores da Secretaria Estadual de Saúde (SES) decidiram apoiar a greve geral da Educação e paralisar suas atividades. Na reunião também, foi encaminhada a participação no ato público unificado, que será realizado na próxima sexta-feira (14), às 16h em frente à Escola Estadual Presidente Médici, em Cuiabá.

Além da presença na manifestação, será feita uma paralisação das atividades na área da saúde. Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde de Mato Grosso (Sisma-MT), Oscarlino Alves, “é essencial que os servidores se apoiem”.

A principal reinvindicação dos funcionários, tem sido o cumprimento da Revisão Geral Anual (RGA), além das movimentações contra a Reforma da Previdência, que partem, principalmente, dos professores.

No ato unificado, servidores de diferentes segmentos do funcionalismo público que devem comparecer.

O Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen-MT) também confirmou participação e vem mobilizando a categoria para que participem da manifestação. O encontro contará com a presença de diversos setores do funcionalismo público do Estado.

Confira a convocação:  

"MATO GROSSO VAI PARAR DIA 14 DE JUNHO

Greve Geral As centrais sindicais brasileiras convocaram, de maneira unificada, a Greve Geral para o dia 14 de junho.

A pauta central da Greve Geral será a defesa do direito de aposentadoria e o repúdio à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/19, da Reforma da Previdência."


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br