Igreja Batista Getsemâni

Após assembleia-geral, professores decidem continuar paralisados

“A greve continua! A culpa é sua, senhor Governador!”, escreve Sindicato

Redação
redacaomuvuca@gmail.com

Os servidores da Educação, decidiram novamente por meio de uma assembleia-geral, que ocorreu na tarde desta segunda-feira (10), que continuarão em greve. Os professores que estão paralisados desde o dia 27 de maio, exigem o cumprimento da Revisão Geral Anual (RGA).

A decisão foi anunciada em um vídeo na página do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), “A greve continua! A culpa é sua, senhor Governador!”, escreveu a organização.

O enfrentamento com o atual governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), ocorre desde o início de sua gestão, onde a principal queixa dos servidores, tem sido o descaso do chefe do executivo perante ao funcionalismo público estadual. Além, de diversas vezes, ter sido acusado de não dialogar com os profissionais da Educação.

Recentemente, o presidente do Sindicato, Valdeir Pereira, relatou que as decisões de Mauro, são uma espécie de “combustível no movimento grevista”. De acordo com o sindicalista, a greve deve persistir por tempo indeterminado, a menos que o Governo do Estado encaminhe propostas que assegurem, os direitos dos servidores da Educação.

“Vamos manter a nossa greve, e enfrentar esse governo que está sendo truculento. Vamos dizer que não aceitaremos a retirada de direitos e muito menos esses cortes de salários que estão sendo colocados”, disse Valdeir.

Confira:


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br