Igreja Batista Getsemâni

Atendimento de urgência do Hospital Municipal de Cuiabá começa a funcionar a partir desta 3ª, diz prefeito

Foram quase R$ 200 milhões investidos e R$ 70 milhões em licitação, sendo 51 empresas escolhidas para prestação de serviço.

G1 MT

Reprodução

HMC

 

O atendimento de urgência e emergência do Hospital Municipal de Cuiabá Dr. Leony Palma de Carvalho (HMC) será inaugurado na noite desta segunda-feira (18) na capital mato-grossense. A inauguração marca a entrega total da unidade, localizada no bairro Ribeirão do Lipa.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), foi entrevistado no quadro Papo das Seis e falou sobre os detalhes da obra, tida como o novo Pronto-Socorro de Cuiabá.

O novo HMC estava previsto para ser entregue, de forma integral, no aniversário dos 300 anos de Cuiabá.

De acordo com o prefeito, o HMC terá um heliponto, uma capela e mais de 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“O ponto forte da última etapa é o novo Pronto-Socorro com a urgência e emergência funcionando 24 horas por dia. Entregamos hoje a noite a última etapa e amanhã às 7h começa o atendimento. As ambulâncias e Samu que receberam o paciente vão levá-lo ao HMC”, detalhou o prefeito.

O prefeito atribuiu a demora na entrega da obra por causa da complexidade e 'seriedade' da estrutura.

Foram quase R$ 200 milhões investidos e R$ 70 milhões em licitação, sendo 51 empresas escolhidas para prestação de serviço.

Antigo Pronto-Socorro

Já o antigo Pronto-Socorro de Cuiabá, localizado na Avenida General Valle, no bairro Bandeirantes, passará por reforma e abrigará uma nova estrutura. No entanto, ainda vai receber pacientes de urgência e emergência até que os moradores 'se acostumem' com o HMC.

“Em respeito à população, vou manter uma estrutura mínima de urgência e emergência para atender àquelas pessoas que ainda não sabem que mudou o Pronto-Socorro. São 40 anos da população condicionada com o PS funcionando ali no centro”, contou o prefeito.

O antigo PSMC continuará o atendimento por 90 dias.

“Vamos fazer do antigo PS um Hospital da Família, vou apresentar para a Bancada Federal a obra arquitetônica, esto preparando e licitando a obra física orçada em R$ 35 milhões. No início da semana que vem [está prevista] a reforma geral para todo prédio”, revelou Pinheiro.

Ainda conforme o prefeito, o Hospital da Família terá ala materno-infantil, a ala de idosos e ala de cuidados paliativos. Essa última diz respeito àquelas pessoas que estão vivendo em fase terminal de vida e não têm onde viver com dignidade.

Também terá a ala de saúde mental e a rede cegonha. A rede cegonha abriga mães, por exemplo, que viajam do interior para Cuiabá para dar à luz e não têm onde ficar.

 

Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br