Igreja Batista Getsemâni

Bussiki não ganha nenhum centavo a mais do que a lei determina, diz Misael

Bussiki acumula um rendimento mensal de R$ 70 mil por mês

Rayane Alves

 

O presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Misael Galvão (PTB), saiu na defesa do colega de parlamento, o vereador Marcelo Bussiki (PSB), e afirmou que Bussiki não ganha nenhum centavo a mais nem a menos do que a lei determina.

Bussiki acumula um rendimento mensal de R$ 70 mil por mês. No ano passado, por exemplo, o parlamentar ganhou destaque por se posicionar contra o aumento salarial dos servidores e do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB).

Porém, recebe R$15 mil da Câmara de Vereadores de Cuiabá e R$18 mil de verba indenizatória (VI), também ganha R$28 mil pela função de auditor público externo do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), e ainda R$9 mil de VI, que corresponde a 67,32% do subsídio relativo às atividades de controle externo.

“O vereador é concursado pelo TCE. Ele tem meu respeito e é um grande servidor. A população deu direito a ele de ser vereador. Não fiz o cálculo, mas tenho certeza de que Bussiki não ganha nem um centavo a mais nem a menos do que legal. Ele presta serviços ao Estado e deve receber”, pontuou.

Projeto

Na época, o vereador afirmou que apresentou o projeto para evitar aumento nas contas públicas em R$ 10 milhões. 

Conforme o Estatuto do Servidor Público de Mato Grosso, em seu artigo 120, o servidor investido em mandato eleito de vereador, havendo compatibilidade de horários, receberá as vantagens de seu cargo, sem prejuízo da remuneração do cargo eletivo. Contudo, não havendo compatibilidade de horários, será afastado do cargo, sendo-lhe facultado optar pela sua remuneração


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br