Igreja Batista Getsemâni

PT pressiona Lúdio para disputar vaga suplementar deixada no Senado

Correligionários da sigla realizaram abaixo-assinado para que deputado entre na disputa

Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

Lúdio Cabral (PT) I Foto: Reprodução

Com as eleições suplementares do Senado se aproximando, a disputa entre os partidos fica cada vez mais acirrada para descobrir quem irá substituir a ex-senadora Selma Arruda (Podemos), no Congresso Nacional. Dessa vez, mesmo após o deputado estadual de Mato Grosso, Lúdio Cabral (PT), ter descartado a possibilidade de entrar na disputa pelo Partido dos Trabalhadores, a sigla realizou um baixo assinado para pressionar o parlamentar.

Conforme a carta encaminhada pelos petistas, “com a cassação do mandato da senadora Selma, Mato Grosso terá a chance de eleger um representante popular ao Senado. Essa, talvez seja a disputa mais importante em nosso estado, uma vez que pauta a questão nacional e estadual em uma só eleição”.

Além disso, no documento, foram citados o presidente da República, Jair Bolsonaro e o atual governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), alegando que a classe trabalhadora já sente o reflexo dos retrocessos trazidos por ambos governos.

“Esses governos impuseram retrocessos gigantescos à luta por direitos no Brasil, com a retirada de direito ao trabalho formal, digno e seguro, a destruição da aposentadoria e das políticas fundamentais como a proteção dos povos indígenas, à preservação ambiental, combate aos agrotóxicos, à saúde pública e universal, o acesso à educação e, ainda, uma intensa campanha ideológica contra a educação e a cultura”, justificaram.

Dessa forma, para argumentar a necessidade de um representante popular, o partido acredita que “Lúdio Cabral ao Senado é hoje o melhor caminho para as forças democráticas e populares”.

PageFlips: Lúdio Senador


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br