Igreja Batista Getsemâni

Ex-deputado Galli penhora carro para pagar condenação por homofobia

Ex-parlamentar já foi assessor do presidente Jair Bolsonaro

Thays Amorim
redacaomuvuca@gmail.com

Devido ao não pagamento da condenação, Justiça penhorou o carro do ex-deputado. Foto: Reprodução.

O ex-deputado federal de Mato Grosso Victorio Galli (Patri) teve o carro penhorado pela Justiça de Mato Grosso pelo não pagamento de uma condenação de R$ 123 mil, por homofobia. O parlamentar possui um histórico de diversas ofensas à comunidade LGBT.

Devido à condenação, a Justiça não encontrou valores significativos nas contas bancárias de Galli, portanto, ordenou a penhora de um carro do ex-parlamentar. O dinheiro será destinado a uma entidade sem fins lucrativos em Cuiabá que atue com a comunidade LGBT.

Em uma das suas manifestações públicas, o ex-deputado já chegou a comparar a homossexualidade com pedofilia e afirmou ainda que a Walt Disney era “um zoológico de veados”. Galli também é autor do Projeto de Lei nº 5774/2016, que propunha criminalizar o uso de banheiros públicos por pessoas transexuais.

A condenação foi da juíza Celia Regina Vidotti, em março de 2019, por conta das suas manifestações contra a comunidade LGBT. Na época, Galli era então assessor especial do presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido), e recebia cerca de R$ 16,9 mil pelo cargo.  

“Não concordar com a homossexualidade ou com qualquer outro fato ou orientação sexual é um direito de qualquer cidadão, é uma garantia legal. O que não pode ser tolerado são os abusos, as manifestações que ultrapassam o razoável. Assim, evidenciando o preconceito, a injúria, ou qualquer tipo de agressão, deve-se haver reprimenda para que tais atos não se repitam”, pontua a decisão.

Apesar da condenação, o ex-parlamentar já afirmou que tem interesse em concorrer a eleição suplementar ao Senado, dia 26 de abril. 


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br