Igreja Batista Getsemâni

Prefeito não descarta hospital de campanha em Cuiabá

SUS se aproxima de um colapso na capital

Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

Emanuel Pinheiro.jpeg

Foto: Reprodução.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), afirmou que não descarta a possibilidade de um hospital de campanha na capital e, caso seja necessário, está disposto a discutir a medida com o governo estadual e federal. Com o aumento de casos do coronavírus (Covid-19), o Sistema Único de Saúde (SUS) do município e do estado, no geral, se aproximam de um colapso.

"Eu nunca disse que seria contra. Fizemos o dever de casa, abrimos leitos de UTIs, semana que vem vamos começar a distribuir os Kits Covid para pacientes que estão em estágio inicial da doença e se for necessário vamos conversar com o governador Mauro Mendes, o governo federal, sobre essa possibilidade", disse o prefeito à TV Vila Real, nesta terça-feira (30).

O prefeito afirmou que até o fim dessa semana, mais 20 UTIs serão instaladas no Hospital Referência à Covid-19, totalizando 40 leitos. Contudo, a falta de bombas de infusão impedem a instalação ágil dos equipamentos.

Atualmente, Cuiabá apresenta o maior número de infectados pela Covid, com 3.740 casos e 170 óbitos. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), existem apenas 23 UTIs disponíveis e a taxa de ocupação em todo o estado é de 90,4%. Além dos casos do município, Cuiabá é responsável por atender cidades do interior, que não conseguem suprir a demanda aos infectados. 


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br