Igreja Batista Getsemâni

Com suspensão de vestibular, estudantes pedem bonificação em nota do Enem

Novo método de ingresso pode gerar desvantagem para vestibulandos de MT

Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

Foto: Reprodução.

Devido à pandemia de coronavírus (covid-19), a Universidade de Mato Grosso (Unemat) suspendeu o vestibular de inverno e adotou as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de ingresso. Contudo, o movimento estudantil da instituição pede a bonificação para ingressantes mato-grossenses, já que a decisão pode criar uma concorrência com estudantes de qualquer lugar do país, além das diferenças na prova.

“Apesar de legítima, a decisão acaba por afetar o alunado mato-grossense, visto que há uma severa diferença entre o ingresso pela nota do Enem em comparação à nota de uma prova que exige conhecimento regional. Explicamos: pela nota do Enem, concorrerão às vagas mato-grossenses qualquer estudante no país, tanto nas reservas a cotistas, quanto na ampla concorrência”, afirma o movimento estudantil, em carta aberta.

Os estudantes pedem à reitoria e aos Conselhos da Unemat um debate mais ampliado
sobre o sistema de bonificação regional, que concede um suporte aos estudantes da região por meio de um acréscimo de 5% a 20%. A discussão corre ainda na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), com o Projeto de Lei 648/20, da deputada estadual Janaina Riva (MDB).

Outras universidades já adotaram o sistema de bonificação, como as Universidades Federal do Amazonas, Rio Grande do Norte, Maranhão, Pernambuco, entre outras regiões. Na Unemat, acréscimo à nota do Enem seria aplicado à todos os estudantes mato-grossenses, sem distinção. 

“Diante desse fato, a adoção do bônus regional em diversas universidades pelo Brasil confere legitimidade ao processo, logo, o Movimento Bonifica Já Unemat sugere a discussão popular e o debate nos Conselhos da Universidade sobre o acréscimo percentual, que já beneficia grande contingente de alunos pelo país, em outras regiões”, ressaltam.

O projeto divide opiniões. Professores do Sindicato dos Docentes da Universidade do Estado (Adunemat) se posicionaram contra o Projeto de Lei 648/20, da deputada estadual Janaina Riva (MDB), que pretende, atráves do Legislativo, criar a bonificação.

"A Adunemat compreende que o referido projeto pode trazer contribuições no campo dos direitos de cidadania e democratização da educação superior, porém, para que isso de fato ocorra [...] é necessário, antes de mais nada, respeitar o princípio da Autonomia da UNEMAT que, possui prerrogativas constitucionais para deliberar sobre matéria dessa natureza, não sendo, portanto, competência da Assembleia Legislativa", declaram.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br