Igreja Batista Getsemâni

No mês da diversidade sexual, MT dá show de homofobia

No parlamento e na Igreja

Redação

Homofobio mata.jpg

 

Falta de bom senso 

No mês em que a pauta da diversidade sexual está em voga no Brasil, veio justamente de um padre mais uma manifestação explícita de preconceito, falta de empatia e de bom senso.

Em transmissão de missa pelo Facebook, o padre da paróquia de Tapurah, Paulo Antônio Müller, atacou os casais homossexuais, inclusive usando palavras chulas, como ‘viadinhos’.

O Ministério Público Estadual está de olho e deve abrir inquérito para apurar o caso. Contudo, infelizmente esse não foi o único caso nesse mês, o deputado estadual Gilberto Cattani virou assunto nacional ao desferir frases homofóbicas.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br