Blitz educativa marca Dia de Combate ao Trabalho Infantil | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019

MATO GROSSO Sexta-feira, 14 de Junho de 2019, 08h:42 | - A | + A




Blitz educativa marca Dia de Combate ao Trabalho Infantil

As programações se estendem durante todo mês de junho, com diversas ações alusivas ao tema

39b89a254018f3e7c7bc67b7a162204e.jpg

Foto por: Vicente Aquino

Mobilização e informação em Praça Pública marcaram o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil em Cuiabá, celebrado nesta quarta-feira (12). A Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano (Smasdh) promoveu uma blitz educativa, que teve como principal objetivo chamar a atenção da população para esse grave problema social e como proceder em casos identificados de trabalho infantil.

Motoristas e pedestres que passaram pelas ruas do entorno da Praça Ipiranga, receberam materiais com informações e canais existentes para registros de denúncias, além de sacos de lixos para serem colocados nos carros.

O tema escolhido para a Campanha desse ano foi “Criança não deve trabalhar. Infância é para sonhar”. “Esse tema não poderia ter sido mais bem escolhido para retratar o problema do trabalho infantil. Lugar de criança é na escola, nos momentos de lazer, por isso que resolvemos realizar essa grande ação de mobilização, na Praça Ipiranga, por ser um local de grande fluxo de pessoas. É a oportunidades que temos de deixar claro e que nessa situação somos todos somos agentes facilitadores e multiplicadores de informações”, disse o secretário municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Wilton Coelho.

“A blitz é uma das muitas ações em elaboração e execução que são executados pelo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) no município, que, entre muitos objetivos, busca conhecer essa realidade para intervenções e resultados”, informou o secretário.

Na oportunidade, o secretário lembrou o canal de comunicação existentes em casos de suspeitas de crimes contra crianças e adolescentes, o Disque 100. “Denuncie. São por meio desses registros é que conseguimos agir conforme cada demanda e fazer os devidos encaminhamentos como para os Conselhos Tutelares, Cras, entre outros”, reforçou.

A ação foi realizada em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FEPETI).

Além da Blitz Educativa, foram realizadas palestras nos Cras, Getúlio Vargas, Osmar Cabral, Nova Esperança, pedra 90 e Drº Fábio. As programações se estendem durante todo mês de junho, com diversas ações alusivas ao tema.

Nesta quinta-feira (13), foi realizada uma roda de conversa com um representante do Centro de integração Empresa e Escola (CIEE), sobre as novas perspectivas de mercado.

Já o Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) Centro, escolheu como programação alusiva à data de 12 de junho, realizar blitz em bares e restaurantes na lateral da UFMT, Unic, Avenida Getúlio Vargas e Praça Popular, com entrega de folders e panfletos informativos.

Para a próxima semana, as atividades iniciam na segunda-feira (17), no Cras Tijucal em parceria com o Creas Centro, onde serão oferecidas Oficinas de Trabalho lúdicas. Foram divididas turmas nos dois períodos, sendo a primeira às 8h e a segunda a partir das 13 horas.

No dia 19 (quarta-feira), a partir das 13 horas, será a vez dos moradores da região do Osmar Cabral. Na unidade do Cras, serão oferecidas oficinas de trabalho e teatros de fantoche.

No dia 25 de junho (terça-feira), haverá uma blitz preventiva na Feira do Porto. A ação será promovida por técnicos do Creas do bairro Centro, em Cuiabá.

“Criança deve viver o seu momento de criança. Devemos trabalhar para que elas tenham seus direitos garantidos para que se sintam protegidos na sua integridade e tenham as oportunidades de prepararem um futuro melhor”, concluiu Coelho.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários