Colniza decreta situação de calamidade por falta de policiais civis e militares | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019

MATO GROSSO Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019, 12h:24 | - A | + A




Sem Policiamento

Colniza decreta situação de calamidade por falta de policiais civis e militares

Número de homicídios aumentou pela falta de policiamento nas áreas urbanas e rurais


redacaomuvuca@gmail.com

Reprodução/Montagem

 

A prefeitura municipal de Colniza (1.065 km de Cuiabá) decretou situação de calamidade pública pela falta de policiais militares e civis no municípios. De acordo com o prefeito em exercício, Jesineison Brandão (PRB), os crimes aumentaram pela falta de policiamento.

Uma reunião entre o Poder Executivo Municipal e o Legislativo foi realizada no dia 08 de novembro, sugerindo que o Decreto 120/2019 oficializasse a situação de calamidade pública. De acordo com o documento, o baixo efetivo das forças policiais passam a "impressão de impunidade pelos membros da sociedade organizada". As investigações da Polícia Civil foram prejudicadas pela falta de profissionais.

A ausência de policiamento militar também tem causado um aumento no número de homícidios na zona rural e urbana, "causando uma grave crise na segurança pública do município", de acordo com o Decreto.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município possui uma população estimada em 38.582. Em 2017, a cidade ficou nacionalmente conhecida por uma chacina que matou 9 posseiros e colocou Mato Grosso entre o 4º lugar dos estados com maior número de conflitos no campo. 

A assessoria da cidade ainda não se pronunciou sobre o caso.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(12) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Angela - 22-11-2019 15:30:49

Imagino a situação de Colniza e o desespero da população

Responder

0
0


Elizete - 22-11-2019 15:27:50

Que horror. As condições de trabalho são péssimas

Responder

0
0


Michele - 22-11-2019 15:26:55

Esse governo tem que volta atenção para segurança , educação e saúde,os três maiores problemas nossos.E completamente descompromissado com estes .Se tiver de ter greve será um perigo,mais nada a fazer

Responder

0
0


Gilda - 22-11-2019 15:25:57

Nosso Estado espera um bom passo então vamos lá meu governador negocia e ajuda Colniza

Responder

0
1


Juliany - 22-11-2019 15:24:50

Vamos lá valorize esses guerreiros policiais, que arrisca suas próprio vidas , ate mesmo deixando a suas família em casa para , mantem a segurança de outros que nem conhece vamos mudar essa situação

Responder

2
0


Maísa - 22-11-2019 15:22:22

Meu respeito, e gratidão a esses Guerreiros que a todo momento arriscam as suas vidas em prol da comunidade e que nossos governantes não dão o devido valor

Responder

0
0


Fátima - 22-11-2019 15:21:13

Deveriam ser melhor remunerados por tudo que passam; de riscos, e no psicológico.

Responder

0
0


Leitor - 22-11-2019 15:20:40

CADÊ O GOVERNADOR?

Responder

0
0


Maria - 22-11-2019 15:19:48

Se com policial esta difícil imagina sem

Responder

0
0


Miguelina - 22-11-2019 15:17:38

Misericordia, final dos tempos mesmo

Responder

0
0


Ilma - 22-11-2019 15:16:28

O que governo federal que já está há um ano no poder ( e já um velho político) e a criminalidade que ele disse que iria combater triplicou?! Estamos falando de um INTERIOR

Responder

4
1


olavo - 22-11-2019 15:49:41

para de falar bobagem seu desinformando....

Responder

0
3


12 comentários

coluna popular
Dr João ressalta importância da cultura do estado
Vereador não sabe diferenciar poderes
Expediente irá funcionar normalmente
Pela segunda vez
Prefeitura de VG

Últimas Notícias
11.12.2019 - 18:47
11.12.2019 - 18:19
11.12.2019 - 17:46
11.12.2019 - 17:24
11.12.2019 - 16:40




Informe Publicitário