Fake News: Goiabeiras Shopping pode fechar as portas definitivamente | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 04 de Junho de 2020

MATO GROSSO Sexta-feira, 22 de Maio de 2020, 23h:06 | - A | + A




ECONOMIA

Fake News: Goiabeiras Shopping pode fechar as portas definitivamente

Circula nas redes sociais uma informação de que o Goiabeiras Shopping, após 30 anos de funcionamento na capital, iria fechar as portas. A informação tem sido bastante compartilhada e incomodado lojistas, que, na verdade estão ansiosos para retomar suas atividades. A expectativa deles é que a partir da segunda-feira os shoppings sejam reabertos.

Portanto, conforme apurado pela reportagem do Estadão Mato Grosso, a informação é falsa, uma fake news. A assessoria de imprensa do shopping desmentiu a informação e disse, inclusive, que todos os protocolos de segurança estão prontos e os lojistas preparados para a reabertura dos estabelecimentos.

Segundo a assessoria, a empresa que faz a gestão do Goiabeiras é a AD Shopping, que administra um patrimônio sólido de R$ 5,6 bilhões e as vendas das 5 mil lojas são de R$ 6,5 bilhões. 

"Vale ressaltar que as informações não passam de especulações sensacionalistas e irresponsáveis que demonstram falta de respeito com o empreendimento e os lojistas, geradores de emprego e renda em Cuiabá", disse.  

A reportagem também conversou com Geraldo Biancardini Prado, da Casa Prado, que classificou a informação como de “má fé” e que não tem qualquer cabimento. Ainda segundo ele, o shopping terá uma vantagem frente aos concorrentes quando ocorrer a reabertura. O fato de a circulação de pessoas ser menor, vai facilitar o controle de entrada e saída de clientes.

“Os clientes gostam do Goiabeiras, não tem tumulto, você vai e o estacionamento está tranquilo, coberto. Essa matéria que foi divulgada eu acho que foi de má fé para poder denegrir a imagem do shopping. Nossa opinião é totalmente o contrário, o Goiabeiras vai sair na frente dos outros”, explicou Geraldo.

Ele ainda apontou uma incoerência do prefeito em manter os shoppings fechados, já que é possível fazer o controle de quanto a entrada e saída de carros nos estacionamentos. O mesmo controle não é possível de ser feito nas ruas. “Estamos todos preparados, os clientes que forem no Goiabeiras estarão mais seguros”, concluiu.

 

Veja a nota do Shopping:

"ESCLARECIMENTO
Goiabeiras Shopping desmente sobre fechar suas portas

O Goiabeiras Shopping, pioneiro no estado, com mais de 30 anos de história em Cuiabá, desmente as informações sobre o fechamento definitivo de suas portas, conforme publicado por um site da Capital.

Vale ressaltar que as informações não passam de especulações sensacionalistas e irresponsáveis que demonstram falta de respeito com o empreendimento e os lojistas, geradores de emprego e renda em Cuiabá.

O Goiabeiras é administrado pela AD Shopping, empresa responsável pela gestão de mais de 30 shoppings em todo o país, 5 mil lojas e R$ 6,5 bilhões em vendas. O patrimônio administrado é de R$ 5,6 bilhões.

A retomada das atividades do shopping está somente aguardando a autorização da Prefeitura de Cuiabá, uma vez que foram suspensas há mais de um mês devido à pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Por fim, o Goiabeiras esclarece que nunca se absteve de prestar esclarecimentos e informações à sociedade e aos veículos de comunicação. No entanto, não foi consultado sobre o assunto divulgado, mas reitera que manterá suas atividades com todas as medidas preventivas de segurança e higienização, tão logo seja permitido pelo poder público."


 
VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Cinco pessoas próximas testaram positivo
Vírus se alastra no Governo Estadual
Possível contaminação em massa no Executivo
Reação pronta
Vítima de Covid-19

Últimas Notícias
04.06.2020 - 15:31
04.06.2020 - 15:22
04.06.2020 - 15:00
04.06.2020 - 14:58
04.06.2020 - 14:17




Informe Publicitário