Município inicia avaliação de acuidade visual entre alunos da rede pública de Cuiabá | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

MATO GROSSO Terça-feira, 21 de Maio de 2019, 08h:52 | - A | + A




Município inicia avaliação de acuidade visual entre alunos da rede pública de Cuiabá

Iniciativa faz parte das ações definidas na política educacional, voltadas aos cuidados com a infância

Foto: Prefeitura de Cuiabá

A Secretaria Municipal de Educação (SME) iniciou nesta semana uma campanha de aferição e “Avaliação de Acuidade Visual”. A iniciativa faz parte da política educacional do município, que abrange toda a fase da infância e que tem no Programa de Alfabetização Cuiabano (ProAC) a sua ação mais intensa.

Nesse primeiro momento, a avaliação de acuidade visual atenderá os alunos matriculados nos 1º e 2º Anos do Ensino Básico. Até o mês de agosto, todas as unidades educacionais das quatro regionais da capital - Norte, Sul, Leste e Oeste -, e escolas do campo, receberão visitas dos técnicos e facilitadores, que aplicarão a avaliação. Aqueles que apresentarem deficiência visual passarão por exames de visão e receberão óculos.

A acuidade visual, ou simplesmente a sigla AV, é a aptidão do olho para distinguir os detalhes espaciais. Em outras palavras, é a capacidade de identificar a forma e o contorno dos objetos.  Uma das formas de avaliar a acuidade é por meio da “Tabela de Snellen”. A tabela contém uma série progressiva de fileiras de letras que vão diminuindo sucessivamente. A avaliação é realizada com a tabela posicionada a uma distância padrão da pessoa a ser testada. Cada linha da tabela corresponde a uma fração, que representa uma acuidade visual. E cada olho deve ser testado separadamente.

Nessa primeira semana, os técnicos da Secretaria Municipal de Educação, estão fazendo o procedimento com alunos matriculados nas unidades educacionais localizadas na Regional Oeste da Capital. A EMEB Francisval de Brito no bairro da Coophamil foi a primeira a receber a visita dos facilitadores. Lá, 189 alunos estão sendo avaliados.

A técnica da Coordenadoria de Programas e Projetos da Secretaria de Educação, Ugolina da Cruz está acompanhando as avaliações nas unidades educacionais junto com os técnicos do Programa Escola com Saúde, realizado em parceria com a Secretaria de Saúde do Município. “No caso de detectarmos alguma dificuldade a criança será encaminhada para um exame com oftalmologistas e receberão os óculos do poder público. Porque como o aluno vai aprender se não está enxergando? ”, questionou Ugolina.

Só na região Oeste da capital serão atendidas 3.287 crianças matriculadas nos 1º e 2º Anos, em 11 unidades educacionais.

A previsão da Secretaria Municipal de Educação é de que as visitas em todas as escolas da rede, que ofereçam o 1º e 2º Anos, estejam concluídas em agosto.

Durante a avaliação, a pequena Emily de 6 anos, aluna do 2º ano da unidade educacional disse que não enxerga bem o quadro e tem alguma dificuldade em ler no livro didático. “Às vezes quando a professora me chama para ler, enxergo mais ou menos, fica embaçado”, disse ela.

Outros estudantes entre seis e sete anos, também participaram da avalição. “Consigo ler bem se a professora pede para ler, enxergo bem”, disse Leonardo de sete anos. As mesmas repostas foram dadas por João Pedro e Guilherme ambos de seis anos.

Nesta terça-feira (21), os técnicos prosseguirão as avaliações nas EMEB Tancredo Neves e Alzira Valadares, ambas na região Oeste de Cuiabá

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários