Sindicato cobra investigação sobre ‘desrespeito’ de Abílio Jr | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 24 de Junho de 2019

MATO GROSSO Quarta-feira, 22 de Maio de 2019, 08h:13 | - A | + A




Sindicato cobra investigação sobre ‘desrespeito’ de Abílio Jr

Foto: Gazeta Digital

Uma semana depois da entrega do pedido de investigação do Sindicato dos Agentes de Fiscalização de Cuiabá (Sindasfimc) à Câmara de Vereadores sobre a conduta do vereador Abílio Júnior (PSC), a Comissão de Ética ainda nem recebeu o pedido e, por isso, não há previsão do início das investigações. Segundo o sindicato, o parlamentar desrespeitou os servidores, e queria que os fiscais “burlassem” as regras para atendê-lo.

Segundo o presidente do Sindasfimc, Paulo Henrique Figueiredo, o vereador não solicitou acesso ao processo, conforme a Legislação determina, e ainda queria que os servidores “fossem no veículo dele [particular] para fazer a fiscalização”.

Depois dessa tentativa o vereador ainda afirmou que os fiscais não “queriam trabalhar” porque a obra em questão é na casa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

“O vereador chegou na Secretaria de Ordem Pública e exigiu a fiscalização, burlando as normativas do temos como fiscais. Ele tem o direito de ter acesso, mas precisa encaminhar um pedido com a solicitação”, esclarece o presidente.

Se esse pedido tivesse sido feito, de acordo com Figueiredo, o vereador teria constatado que a fiscalização já havia interditado a obra, feito recomendações e estava acompanhando o caso. E que os 102 fiscais seguem um cronograma de trabalho, por isso não é possível “sair a qualquer momento” apenas porque o vereador exigiu.

“É uma falta de respeito e essa conduta deve ser investigada pela Comissão de Ética da Câmara, que é quem pode tomar as medidas cabíveis”, analisa o presidente.

Entenda o caso

A situação que motivou o pedido do sindicato ocorreu em 09 de maio, quando o vereador Abílio Júnior foi até à casa do prefeito "vistoriar" a obra que ele afirmou estar em situação irregular. Em vídeos divulgados em suas redes sociais, o vereador disse que pediu a fiscalização da Prefeitura, mas teve sua solicitação negada porque se tratava de uma construção na casa do prefeito.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 22-05-2019 08:28:40

O ser ou não ser dessa questão é...quando um vereador recebe uma denúncia, o que deve fazer? Deixar pra lá, ou ir investigar? Denunciaram pro Abílio que havia uma irregularidade na obra na casa do Prefeito...ele podia deixar pra lá, mas resolveu investigar. Fiscalizar, investigar, é papel principal dos vereadores, ou não? Tudo corria bem, de acordo com a gravação...até que um funcionário do Prefeito, atravessou a rua, e de chupetão arrancou o celular e fugiu. Isso é meio suspeito...será que tinha alguma coisa pra esconder? Pra fazer isso, a gente fica desconfiado, ninguém arranca celular da mão de uma pessoa e foge. É bom agora indagar pra UVB (Associação dos Vereadores do Brasil) se, na sua atribuição de fiscalizador, o vereador pode fiscalizar sem avisar, pra pegar a irreguladade no ato, evitando a burocracia...pode convocar uma Secretaria do Município a acompanha-lo pra fiscalizar no ato, pra sanar a irregularidade. A burocracia pode atrapalhar o flagrante?

Responder

1
0


1 comentários