Adesivos tentam resgatar Taques do lixo da história | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

MUVUCADAS Segunda-feira, 15 de Julho de 2019, 10h:30 | - A | + A




#VoltaPedro é espalhado de forma criminosa

Adesivos tentam resgatar Taques do lixo da história

#VoltaPedro é espalhado de forma criminosa


Muvuca Popular

Os adesivos nada apócrifos com a hashtag #VoltaPedro, nas cores do seu partido, PSDB, em referência ao ex-governador Pedro Taques, têm sido espalhados na capital mato-grossense, inclusive de forma criminosa, sendo pregados em espaços vedados pela legislação.

Não precisa ser muito inteligente para perceber que se trata apenas de marketing pessoal, já que não é um movimento onde as pessoas peçam o adesivo para colar em seus carros, mas apenas um ou dois que tiraram foto e espalharam para as redações dos jornais para dar aparência de um movimento pró-Taques. De um lado cutucando o governador Mauro Mendes, que realmente não tem uma boa imagem perante os servidores, mas por outro, tentando induzir que Pedro Taques, que foi o pior dos piores, poderia estancar a sangria do que vem acontecendo com o funcionalismo, enfrentando inclusive uma greve monumental dos professores.

Taques foi o que de pior aconteceu no estado de Mato Grosso nos últimos séculos, disso nenhum servidor tem dúvida. A questão é, quem está patrocinando esta auto-promoção do ex-quase presidiário que jogou todo um estado na berlinda, explodiu as contas públicas, enterrou a carreira dos seus seguidores e desqualificou os servidores públicos estaduais da pior maneira que pode existir. Sem contar seus problemas com Caixa 2, delações, maioria dos secretários e parentes presos e a famigerada grampolândia que todos sabem foi sua maior obra durante quatro anos de mandato, de onde foi chutado em quarto lugar, perdendo até para brancos e nulos. Pedro também deu um prejuízo de mais de R$ 1 bilhão aos cofres públicos, ao retardar a retomada do VLT em atendimento ao setor que bancou sua curta tragetória política.

P.S. Desconfia-se que os R$ 100 milhões que Taques deu para o primo presidiário Paulo Taques, através de empréstimo para seu escritório de advocacia franqueado pelo estado, ainda vá servir para tentar resgatar o ex-governador do lixo da história e alçá-lo a algum cargo público. Corre à boca pequena, inclusive, que ele quer voltar a ser senador.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

José - 15-07-2019 12:16:04

QUANDO É QUE SERÁ INVESTIGADO O DESGOVERNO PEDRO TAQUES ? O DESGOVERNO PEDRO TAQUES QUEBROU O ESTADO POR CAUSA DOS MAIS DE R$25 BILHÕES DE IRREGULARIDADES EM 2015 A 2018. Até agora não foi apurada a responsabilidade de todos os membros do desgoverno taques quanto aos desvios e fraudes do desgoverno da transformação do estado em caos e roubalheira, cujas irregularidade somadas já ULTRAPASSARAM OS $25 BILHÕES. Só para lembrar aí vai a lista detalhada dos mais de $25 bilhões em irregularidades pendentes de serem apuradas: R$69 milhões em desvios na caravana da transformação; perdão de R$645 milhões em dívida da petrobrás; perdão de R$5 milhões de reais em dívidas da unimed cuiabá; a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin recebendo R$80 mil por fora todo mês; delação de Alan Malouf e Perminio indicando que secretários (Permínio, Brustolin, Julio Modesto e etc) recebendo mensalinho de R$30 mil/mês; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $500 milhões do Fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo Gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juizá candidata para ferrar o Silval e a família dele; irregularidades de R$3 bilhões no Edital nº 02/2018 da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) sobre rodovias MT 246, MT 343, MT 358 e MT 480. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados, estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos que receberam salários acima de R$100 mil, contratação irregular de 2000 cabos eleitorais na SEDUC para fazer campanha para o ex-secretário Mahafon, peculato ao gastar R$10 milhões em telefone por secretaria do estado durante a campanha eleitoral para o governo 2018; R$180 milhões em indenizações irregulares pagas em 2018 as empresas supostamente prestadoras de serviços na Secretaria de Estado de Saúde Secretaria. Pedro Taques e Gallo cometeram crime de responsabilidade de R$3,7 bilhões ao deixar restos a pagar para o próximo governo sem a devida provisão de fundos exigida na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Responder

3
2


Motumbo cuiabano - 15-07-2019 10:50:10

Tudo mentira desse site, quem espalhou os adesivos foi eu, pois fui abandonado... Saudades, Pedro!

Responder

6
6


Martelo - 15-07-2019 11:21:30

kkkkkkkk

Responder

2
0


3 comentários