23 de Setembro de 2021

MPE tenta acabar com instituto que 'banca' agro | MUVUCA POPULAR

 

MUVUCADAS Quarta-feira, 15 de Setembro de 2021, 08h:18 A | A

Desvio de dinheiro público

MPE tenta acabar com instituto que 'banca' agro

Desvio de dinheiro público


redacaomuvuca@gmail.com

Antonio Galvan e Fernando Cadore tem 87% de aprovação

 

O Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) estuda pedir a extinção do Instituto Mato-grossense do Agronegócio (Iagro) por desvio de finalidade.

O Iagro, cujo presidente é o produtor rural Antônio Galvan, é citado em ação que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF) como sendo uma das possíveis fontes de financiamentos de protestos antidemocráticos realizados em Brasília nas últimas semanas.

O fundo recebeu R$ 421 milhões entre 2008 e julho de 2021 em recursos públicos.


COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Opasso - 15-09-2021 16:15:20

Esclarecimento aos "inocentes" de última hora: dinheiro recolhido ao erário público na forma de impostos transforma-se em recursos públicos independente da origem.

Responder

4
0


Carlos Nunes - 15-09-2021 15:14:23

Recursos Públicos? Onde? Pois é, a turma do Agronegócio veio, arregaçou as mangas, trabalhou, produziu, enriqueceu. Ficaram tão ricos, que tio Dante, então Governador na época, quis dar uma mordida no montão de dinheiro...criou o FETHAB. Pra convencer os produtores, disse que haveria retorno do dinheiro. ..com ele faria estradas pra escoar a produção. ..e habitação pros trabalhadores. Assim nasceu o FETHAB. Mais tarde o tio Maggi modificou o FETHAB inteiro, aumentou a base de arrecadação, e prometeu mais. Encheu mais o cofre do Governo. ..tio Maggi ficou 8 anos no Governo. Criou a conta única do Estado...dizem que o dinheiro do FETHAB também entrava nela, e era desviado pra outras finalidades, como tampar alguns rombos do Governo. Tio Silval, dizem também, aplicou o dinheiro do FETHAB até em obras ligadas à Copa do Mundo. É sempre assim, uns trabalham geram riquezas, logo aparecem uns sócios de olho grande no dinheiro. ..no final quem trabalhou, quem produziu, quem gerou riquezas. ..que é o culpado. É, o culpado deve ser o Agronegócio, a Aprosoja, que reune os produtores, e esse Instituto. Assim como lá na Escola Particular, uma das melhores da Capital, a culpada é a Bandeira Nacional. Por que o PM foi agitar a Bandeira no helicóptero? Cometeu um crime contra a Democracia, uai. Resta saber Qual Democracia. Coitada da Democracia. Quem produz é culpado? É ou não é? Ou é quem vive às custas de quem produz? Enriqueceu...se ferrou? Ou não? Já vi esse filme. ..o germe do Comunismo já tá entre nós. ..Perseguir quem produz...e depois dividir a pobreza. Pobreza dividida dá ZERO X ZERO.

Responder

1
6


Maque - 15-09-2021 11:09:45

O instituto pode existir - é uma iniciativa privada de uma determinada categoria; o que não pode é ser sustentado a partir de recursos públicos, vindos de impostos, que deveriam servir para melhorar a vida da população em geral, e não de um grupo privilegiado.

Responder

7
1


3 comentários





Denuncie no muvuca popular

Email: redacaomuvuca@gmail.com / Tel: - (65) 3359-0112 - Whats: (65) 9.8167-8899

Edifício Helbor Dual, Sala 1314, cuiabá / MT 78048250

Todos os Direitos Reservados - Muvuca Popular - 2021