Primeira-dama de Cuiabá lança 4° edição do "Natal Sem Fome" | MUVUCA POPULAR

Sábado, 23 de Janeiro de 2021

MUVUCADAS Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020, 16h:25 | - A | + A




Campanha atende 50 mil famílias

Primeira-dama de Cuiabá lança 4° edição do "Natal Sem Fome"

Campanha atende 50 mil famílias


redacaomuvuca@gmail.com

Foto: Reprodução

A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, na tarde desta quinta-feira (3), lançou oficialmente a 4ª edição da campanha Natal Sem Fome destinada à arrecadação de alimentos para famílias em vulnerabilidade social. Em seu discurso, a esposa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) citou a necessidade do projeto neste ano devido à pandemia da Covid-19.

"A pandemia complicou ainda mais as condições, porque nós temos muitas pessoas desamparadas e desempregadas que precisamos acolher também este ano. Nós queremos ampliar as políticas públicas para combater o coronavírus e combater a fome, que é um problema global. Com o suporte de todos, podemos somar e ajudas as pessoas necessitadas da nossa Capital", declarou. 

Ao todo, nas três edições de 2017 à 2019, a campanha arrecadou mais de 900 mil quilos de alimentos tendo como público alvo quase 50 mil famílias inseridas em 150 entidades sociais cadastradas na Casa de Conselho, composto por oito conselhos municipais e ligado à Secretaria de Assistência Social e da Pessoas com Deficiência que distribui a quantidade de alimentos de acordo com a necessidade de cada entidade.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

SERVIDORA - 03-12-2020 22:17:32

Parabenizo à Primeira Dama de Cuiabá que, além de linda, também o é na essência, na alma, é humana, empática e solidária, simpática, sociável e transparente quando fala. Não dá aquela impressão de " ensaio, nada espontâneo" , como se vê, por vezes em OUTRAS ...

Responder

1
0


1 comentários

coluna popular
Aluguel pelo dobro do preço
Confira a votação e participe
Em 2022
Por conta da Covid-19
Prática ilegal

Últimas Notícias
22.01.2021 - 21:51
22.01.2021 - 20:47
22.01.2021 - 19:53
22.01.2021 - 19:00
22.01.2021 - 18:12




Informe Publicitário