Capitão da PM é detido por agredir esposa e colegas que tentaram intervir  | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019

POLÍCIA Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019, 08h:34 | - A | + A




De salvador a agressor

Capitão da PM é detido por agredir esposa e colegas que tentaram intervir

Marcelo de Oliveira Conde era tido como um "herói" após salvar uma criança recém-nascida


redacaomuvuca@gmail.com

 Foto: reprodução 

O  Comandante da 2º Companhia da Polícia Militar de São Feliz do Araguaia, Marcelo de Oliveira Conde, foi acusado de agredir a esposa, que é medica, e os colegas de trabalho que tentaram intervir para defender a companheira do policial.

A denúncia foi confirmada pela Polícia Civil (PC) de São Feliz do Araguaia, que informou que foi registrado um Boletim de Ocorrência, entretanto não quiseram entrar em detalhes e avisaram que não poderiam passar mais informações.

Contudo, a assessoria de comunicação da PM, em Cuiabá, se manifestou por meio de nota e informou que o Comando do 10º CR, com sede em Vila Rica, “designou um tenente-coronel para apurar ‘in loco’ a denúncia de suposta violência doméstica que pesa sobre o capitão da unidade de São Felix do Araguaia”.

Também informaram que foi designado um oficial para verificar o caso, que inclusive já se encontra no município, e foi instaurado Inquérito Policial Militar(IPM) para apurar a denúncia. “O procedimento está em trâmite e todas as providências estão sendo adotadas no sentido de esclarecer os fatos”, declararam em nota.

Entretanto, a denúncia mostra outro lado do capitão, que foi considerado um herói em 2017, ao salvar uma recém-nascida, que se afogou numa caixa d'água, em Alto Boa Vista, a 1.064 km de Cuiabá. A criança, de apenas 3 dias de vida, ficou aproximadamente 7 minutos dentro da água, até que foi socorrida e recebeu atendimento.

Inclusive, pelos serviços prestados, Conde foi promovido a capitão recentemente, em 5 de setembro, em solenidade que comemorou os 184 anos da PM em Mato Grosso.

Confira nota da Polícia Militar sobre o caso

A Polícia Militar informa que o Comando do 10º CR, com sede em Vila Rica, designou um tenente-coronel para apurar ‘in loco’ a denúncia de suposta violência doméstica que pesa sobre o capitão da unidade de São Felix do Araguaia.

O oficial designado encontra-se no município e já instaurou Inquérito Policial Militar(IPM) para apurar a denúncia. O procedimento está em trâmite e todas as providências estão sendo adotadas no sentido de esclarecer os fatos.       

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(14) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

alex r - 17-10-2019 08:41:52

A esposa deve separar dele... quem faz uma faz sempre! A PM deveria encaminhar ele para um psiquiatra, provavelmente esta sob forte estress entre outros problemas mas o casamento acabou, permanecer pode dar em morte...

Responder

0
0


George - 16-10-2019 16:22:18

Não vamos julgar alguém sem conhecer sua história, Conde e esposa são pessoas ilibatus e não merecem ter a vida exposta dessa maneira. Harmonizar um desavenças é para poucos, desarmonia da mídia!

Responder

1
9


Emanuel - 16-10-2019 12:59:04

Ainda vai apurar?

Responder

4
1


Silva - 16-10-2019 12:57:46

Homem que se diz homem não bate em mulher!

Responder

7
1


Marina - 16-10-2019 12:57:19

Parabéns pela atitude! Total apoio aos que tentaram defender a esposa desse monstro

Responder

7
0


Ismael - 16-10-2019 12:56:05

Quem comete agressão física contra sua mulher,vai me desculpar ,mas esse tal não entendeu a mensagem do evangelho de Cristo.

Responder

2
0


Roberto - 16-10-2019 14:43:10

Na biblia judaico cristã é onde estão as maiores atrocidades contra mulheres.

Responder

1
1


Isabel - 16-10-2019 12:49:27

Ainda bem que ele não amatou medida protetiva agora

Responder

1
0


Joana - 16-10-2019 12:47:46

Esse policial precisa de tratamento

Responder

3
0


Elaine - 16-10-2019 12:46:12

Eu teria que ver toda a situação, não adianta me falarem que nada justifica porque eu não penso assim tem que mulher que abusa da cara do homem

Responder

2
2


Martins - 16-10-2019 12:44:41

Demissão sumária nele, eu como homem tenho nojo de homem que agride mulher

Responder

2
0


Umberto - 16-10-2019 12:41:55

Machão ele em.

Responder

1
0


Celina - 16-10-2019 12:41:22

Independente do que tenha acontecido essa é a postura que um policial deve ter?

Responder

2
0


Mauricio Oliveira - 16-10-2019 12:38:12

VALENTE O CAPITÃO...ME LEMBRA UM OUTRO CAPITÃO QUE VIROU PRESIDENTE

Responder

9
2


14 comentários