Dois homens são procurados por incendiarem viatura da Polícia Civil  | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 22 de Maio de 2019

POLÍCIA Sexta-feira, 17 de Maio de 2019, 11h:36 | - A | + A




VANDALISMO

Dois homens são procurados por incendiarem viatura da Polícia Civil

fogueira.jpg

 

Dois adolescentes estão sendo procurados por incendiaram a viatura do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra), na madrugada de sexta-feira (17), no pátio da delegacia de Água Boa (730 km ao Leste de Cuiabá).

De acordo com as informações, o veículo que pertence ao grupo especial da Polícia Civil estava estacionado, quando dois jovens se aproximaram e jogaram algo contra o veículo.

Não demora muito para o fogo consumir o carro, modelo Chevrolet Trailblazer.

Ninguém ficou ferido. A ação foi registrada por câmeras de segurança e os suspeitos já foram identificados, porém, ainda não foram presos.

Coagindo os policiais

Os dois suspeitos são menores de idade e um deles de apenas 15 anos teria sido abordado na quinta-feira (16), na companhia de mais três infratores, por suspeita de tráfico de drogas.

Com eles não foram encontrado drogas, mas o menor de 15 anos (que já foi apreendido em várias ocasiões por tráfico de drogas, roubos, ameaças a policiais e outros delitos), acabou sendo conduzido à Delegacia para prestar esclarecimento referente a um aparelho celular sem procedência encontrado com ele.

Após ser ouvido, ele foi liberado, mas deixou a Delegacia proferindo ameaças aos policiais e seus familiares. Na madrugada desta sexta-feira, houve o incêndio da viatura policial.

A delegada Luciana Batista Canaverde informou que as imagens do incêndio mostram duas pessoas com rostos cobertos, jogando alguma substância na viatura, que rapidamente pega fogo. Após os criminosos correrem.

(Com informações da Assessoria de Imprensa)

 

 

 

 

Gazeta Digital.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários