Abílio presenteia madrasta, irmãos e primos com cargos comissionados | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2020

POLÍTICA Sexta-feira, 23 de Outubro de 2020, 15h:28 | - A | + A




Confira Lista

Abílio presenteia madrasta, irmãos e primos com cargos comissionados

Vereador pratica nepotismo descaradamente


redacaomuvuca@gmail.com

 

Mesmo pregando a corrupção zero em sua gestão, caso venha a ser eleito, o vereador e candidato à prefeitura de Cuiabá, Abílio Junior (Podemos), já foi envolvido em casos de nepotismo relacionados a cargos comissionados.

De acordo com documentos obtidos pela reportagem do Muvuca Popular, o parlamentar já pediu nomeação de diversas pessoas de seu círculo familiar. Todas essas situações já foram apontadas e divulgadas por grande parte da mídia cuiabana, mas, mesmo assim, Abílio insiste em negar tudo o que é atrelado a ele.

As acusações contundentes foram feitas pelo atual prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), principal oponente do vereador neste pleito municipal. Em entrevista a uma rádio nesta segunda-feira (19), o gestor voltou a citar que o parlamentar só rompeu em definitivo com ele pois não teria visto nomeados seus ‘apadrinhados’ dentro de cargos públicos, relacionados ao Alencastro.

”Abílio Junior rompeu comigo porque não estava nomeando os apadrinhados políticos deles. Eu demorei a nomear, porque adoto critérios técnicos. Não vejo problema companheiro indicar, quem ajuda a ganhar, ajuda a governar. Temos vídeo dele na campanha sobre isto e deverá ser divulgado”, citou Emanuel.

Toda a situação começou no ano de 2017, quando Abílio enviou diversos ofícios à prefeitura pedindo a nomeação para cargos como motorista, lotado na Secretaria de Ordem Pública e outros internos dentro da Secretaria de Meio-Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Smades).

O fato é que mesmo com todos os apontamentos acerca das situações cometidas pelo parlamentar, Abílio e seu vice continuam tentando pregar a honestidade e moral, mesmo com provas de que o candidato principal possui caráter no mínimo duvidoso.

Família descola “boquinha” na Assembleia

Há exatos um ano atrás, a reportagem do Muvuca Popular relatou esses fatos, com um agravante. Além de ter a madrasta e a irmã “penduradas” em cargos públicos, o parlamentar ainda conseguiu uma vaga para seu irmão Anderson Brunini Moumer, que entrou na Casa de Leis graças a uma ajuda de Sebastião Rezende (PSC), acusado de ser chefe de uma quadrilha que ‘pôs no bolso’ R$ 6 milhões de verbas que foram afanadas por José Riva.

Enquanto muitas pessoas trabalham para receber um salário mínimo, Anderson, irmão de Abílio, chegou a ser um servidor fantasma, já que a sua nomeação, indicada como ‘mano-pacotinho’ foi em dezembro de 2018, porém, com data retroativa. Em resumo, Anderson recebeu antes mesmo de trabalhar.

Na situação em que foi descoberta que o irmão do candidato estava também empregado, suas outras duas familiares já tinham deixado os cargos públicos, que nem deveriam ter ocupado, já que só entraram por ajuda do vereador, que tem fama de ‘descontrolado’.

Em 2018, a rede Bandeirantes, por meio do repórter Arthur Garcia, fez uma série de reportagens especiais sobre nepotismo em cargos públicos e encontrou o irmão do vereador dando ‘expediente’ na igreja Assembleia de Deus, enquanto recebia salário federal.

Depois do ocorrido, Anderson foi afastado do cargo, porém, foi para a ALMT. Na ocasião, ganhou um cargo e um salário generoso de R$ 4.083, com mais R$ 950 de vale-alimentação.

Para quem prega o fim da corrupção e diz ser pautado na honestidade, o vereador anda enrolado em muitos escândalos, casos estes que Abílio até hoje não sabe explicar verdadeiramente. Confira abaixo todas as infrações ligadas a Abílio:

 

GALERIA DE FOTOS

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 23-10-2020 16:02:13

Pois é, uma coisa é absolutamente certa, não tem dúvida...se fosse tio Abilinho o filmado pelo tio Sílvio, a mando do tio Silval, enchendo as pastas, as bolsas, os bolsos, com pacotes de dinheiro...TÁVA FERRADO...Não ganhava mais nem pra porteiro de cemitério. Como não foi, pode ser o próximo Prefeito de Cuiabá, se os eleitores votarem nele. Também votar em cara filmado metendo a mão em pacotes de dinheiro...é dizer SIM à Corrupção - A Praga nacional. O que ameaça o Brasil não é o Covid-19...É a maldita da Corrupção. Tem que varrer os Corruptos do país, ou não?

Responder

8
5


1 comentários

coluna popular
O contribuinte paga a conta
Governador amplia base na ALMT
Documento possui aval da Casa Civil
Campanha atende 50 mil famílias
R$ 3 milhões em cocaína

Últimas Notícias
03.12.2020 - 22:28
03.12.2020 - 22:02
03.12.2020 - 22:00
03.12.2020 - 21:12
03.12.2020 - 19:53




Informe Publicitário