Alegando crise financeira, Prefeitura decreta recesso de quase 50 dias  | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

POLÍTICA Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019, 13h:48 | - A | + A




Prefeitura de Acorizal

Alegando crise financeira, Prefeitura decreta recesso de quase 50 dias

Decreto passa a valer a partir desta segunda-feira (18) e segue até o dia 5 de janeiro de 2020


redacaomuvuca@gmail.com

 Prefeito afirmou que deve rescindir alguns contratos e exonerar cargos comissionados — Foto: Prefeitura de Acorizal/Divulgação

A prefeitura de Acorizal (município a 59 km de Cuiabá) decretou recesso de quase 50 dias e alegou crise financeira. O decreto foi publicado no Diário Oficial dos Municípios (AMM) na edição de quarta-feira (14).

A decisão passa a valer a partir desta segunda-feira (18) e segue até o dia 5 de janeiro de 2020.

O prefeito Clodoaldo Monteiro da Silva (PSDB) afirmou que, devido a crise financeira, serão rescindidos alguns contratos de trabalho e alguns cargos comissionados serão exonerados.

Além disso, o recesso foi decretado neste período devido a tradição das festas de fim de ano. Segundo Clodoaldo, o objetivo é conter as despesas.

Ainda segundo a prefeitura, durante o recesso funcionarão apenas os serviços essenciais e os administrativos internos que forem considerados necessários para o encerramento das atividades, com revezamento na escala dos servidores.

Na Secretaria Municipal de Fazenda, funcionará apenas o setor de tributos.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Valdinei - 18-11-2019 14:48:42

Isso tudo para não entregar o cargo para o Osmar Fronner

Responder

0
0


1 comentários

coluna popular
Gestão eficiente
Após cassação de Selma
Dr João ressalta importância da cultura do estado
Vereador não sabe diferenciar poderes
Expediente irá funcionar normalmente

Últimas Notícias
12.12.2019 - 15:31
12.12.2019 - 15:22
12.12.2019 - 15:08
12.12.2019 - 14:57
12.12.2019 - 14:50




Informe Publicitário