Após denúncia do MPopular, DEM faz alterações em diretório municipal  | MUVUCA POPULAR

Domingo, 15 de Setembro de 2019

POLÍTICA Sábado, 17 de Agosto de 2019, 17h:06 | - A | + A




Diretoria irregular

Após denúncia do MPopular, DEM faz alterações em diretório municipal

Mais da metade dos novos membros não são filiados ao Democratas


redacaomuvuca@gmail.com

 Foto: Divulgação 

Após denúncia do , que mostrou com exclusividade que a maioria dos novos membros do diretório do Democratas de Cuiabá não eram filiados ao partido, o presidente da sigla no Estado, Fábio Garcia, resolveu fazer uma "dança das cadeiras" em reunião emergencial que aconteceu nesta sexta-feira (16).

Leia também: Bomba: Novos membros do Diretório do DEM não são filiados ao partido 

O secretário de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso, Marcelo de Oliveira, o advogado Pascoal Santullo e o ex-secretário de Estado Domingos Sávio, não estão filiados ao Democratas, mas mesmo assim fazem parte do diretório municipal.

Segundo informações, a nova composição terá seis escolhidos do governador Mauro Mendes e de Fábio Garcia, outras seis pessoas escolhidas pelos irmãos Jayme e Júlio Campos, duas indicações do parlamentar e presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT), Eduardo Botelho, e mais outro nome a ser indicado pelo líder do Governo no Legislativo, o também deputado estadual Dilmar Dal Bosco.

A presidência do diretório ficou com Alberto Machado, o “Beto 2 a 1”, que é secretário de gabinete do governador Mauro Mendes. O advogado João Celestino ocupará a vice-presidência, e foi indicado pelos Campos. O ex-vereador Domingos Sávio Pereira, que ocupava o cargo, foi “remanejado” para a secretaria geral.

Pascoal Santullo Neto, secretário de fazenda da gestão Mauro Mendes na prefeitura de Cuiabá, será o tesoureiro.

O restante do diretório será composto pela ex-deputada estadual Chica Nunes, o ex-senador, Rodrigues Palma, o Secretário de Estado de Infraestrutura (Sinfra-MT), Marcelo Duarte, o ex-Secretário de Mobilidade Urbana de Cuiabá, Thiago França, a irmão de Jayme e Júlio Campos, Márcia Auxiliadora de Campos, o sobrinho de Eduardo Botelho, Leonardo Botelho, o cirurgião dentista Rodrigo Vandoni, o arquiteto Humberto Costa e Silva, o secretário-adjunto de cultura, Paulo Traven, e o secretário-adjunto de educação, Allan Porto.

Nesse sentido, apesar das alterações, o diretório continua irregular, pois Marcelo de Oliveira, Pascoal Santullo e Domingos Sávio, continuam fazendo parte do grupo, mesmo não sendo filiados ao partido. Assim infringem o próprio estatuto do Democratas, que estabelece no artigo 109, "que qualquer 'filiado' no gozo pleno dos seus direitos políticos, poderá inscrever-se, para candidatar-se a qualquer cargo eletivo”.

Estatuto sexta.jpg

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

octavio augusto regis de oliveirra - 19-08-2019 06:54:45

vamos fazer o certo , se nao e filiado nao pode , vai ter açao na justiça, e vai desmoralizar o DEM ,vamos incluir ai o prof EDMUNDO CASTELO DOS SANTOS , e filiado no DEM , desde o tempo do glorioso PDS

Responder

0
0


Nelso - 18-08-2019 13:13:23

Por essa Fabrico não esperava. Totalmente ilegal. Qualquer representação de um filiado derruba esse diretório em Brasília

Responder

0
0


2 comentários