Após denúncia do Muvuca Popular, deputados pedem explicações ao MPE  | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 17 de Junho de 2019

POLÍTICA Quinta-feira, 23 de Maio de 2019, 18h:43 | - A | + A




Reajuste salarial dos servidores

Após denúncia do Muvuca Popular, deputados pedem explicações ao MPE

Deputados solicitaram esclarecimento sobre a proibição dos reajustes aos servidores, que foi encaminhado ao governador


redacaomuvucapopular@gmail.com

Conforme divulgado pelo emanuelzinho, o Ministério Público Estadual (MPE), encaminhou uma solitação ao governador do Estado, Mauro Mendes (DEM), exigindo que não fossem concedidos o reajuste salarial dos servidores públicos de Mato Grosso. Na justificativa, o cancelamento seria afim de evitar um aumento na folha salarial, essa que já teria atingido o limite máximo estipulado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Nesse sentido, os parlamentares aprovaram durante a sessão que ocorreu nesta quinta-feira (23), na Assembleia Legislativa (ALMT), a convocação do Procurador Geral de Justiça, José Antônio Borges, autor do pedido, para que disponibilize informações a respeito da notificação do emitida pelo MPE.

O pedido foi de autoria do deputado estadual Lúdio Cabral (PT), mas o requerimento foi assinado em conjunto pelos deputados Wilson Santos (PSDB), Valdir Barranco (PT) e João Batista (PROS).

No documento encaminhado pelo MPE ao governador, são citados os reajustes de 7,69% para os profissionais da Educação Básica, 4% para salários dos servidores da Secretaria de Fazenda (Sefaz), que integram o Grupo TAF (Tributação, Arrecadação e Faturamento), e, 5,50% para os profissionais do Meio Ambiente.

Porém, o pedido entra em extrema contradição, já que o órgão teria solicitado um aumento de 10% em seu orçamento para o ano de 2019.

Leia mais: MPE pede aumento de 10% no seu orçamento, mas veta reajuste para servidores 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Mauro - 24-05-2019 10:57:05

Que bagunça essa política

Responder

2
0


Dom Quixote de La Mancha - 24-05-2019 10:50:51

Ficou feio, o fiscal da lei pedir para um agente público descumprir a lei. Que fase! Onde chegamos.

Responder

6
0


Humberto - 23-05-2019 22:10:45

Sr. Procurador geral de Justiça. Procure bastante pela JUSTIÇA; um dia, espero, possa o Sr. encontrá-la. Enquanto procuras, faça valer ao menos, por questão de DIREITO, o cumprimento de Leis aprovadas em sessões da Assembleia Legislativa. É o mínimo que se espera do Judiciário.

Responder

14
0


3 comentários