Blairo Maggi começa campanha ao Senado com estradeiro | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019

POLÍTICA Quinta-feira, 07 de Novembro de 2019, 13h:17 | - A | + A




Eleição suplementar

Blairo Maggi começa campanha ao Senado com estradeiro

Magnata da soja tenta enganar a justiça eleitoral novamente com campanha dissimulada


redacaomuvuca@gmail.com

Blairo quinta.png

 Foto: divulgação 

Apesar de afirmar que está fora da vida política, o ex-ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Blairo Maggi (PP), está percorrendo todo o estado em campanha para ocupar a vaga da senadora Selma Arruda (PODE), que aguarda decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a cassação do seu mandato.

Apesar de divulgar que o objetivo da comitiva é montar estratégias para as próximas eleições municipais, que acontecem em 2020, o comentário é que o ex-ministro está de olho mesmo é no Senado, onde já teria até mesmo um suplente, sendo o ex-senador Cidinho Santos (PL), que o acompanha na viagem.

Quem também participa da comitiva é o cacique do DEM, Júlio Campos, mais um nome de peso para fortalecer o nome do ex-ministro ao Senado.

Campanha dissimulada 

Essa não é a primeira vez que Blairo faz uma campanha "antecipada", o que é proibido por lei. A prática da irregularidade é tão comum que o ex-ministro ficou conhecido no cenário político pela dissimulação. Na primeira campanha ao governo do estado o ex-ministro enganou até mesmo a Justiça Eleitoral, ao espalhar outdoors em todo o estado com a palma da sua mão, que foi o tema da sua campanha.

Já no final do seu mandato, à frente do governo do estado, afirmou que não disputaria a reeleição e acabou enganando a todos, pois acabou concorrendo. Por não ser responsabilizado por seus atos, o magnata da soja utiliza da mesma estratégia mais uma vez, contudo o objetivo agora é o Senado Federal. 

Cassação de Selma

Em abril deste ano, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) cassou o mandato da senadora Selma Arruda (PODE) por caixa 2 e abuso de poder econômico e deliberou que uma eleição suplementar fosse realizada em Mato Grosso. Entretanto, a parlamentar recorreu, mas o TRE decidiu manter a cassação. A senadora nega as acusações e recorreu ao TSE.  

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Luiz Jorge - 11-11-2019 09:09:35

Quer foro preveligiado outra vez, porque sem ele,sabe que é só encrenca

Responder

0
0


Crime eleitoral - 08-11-2019 05:50:04

Com BM a ludibriação da justiça é mais profissional.. Cassaram Selma por fazer campanha antecipada, e com Blairo, vai acontecer o quê?

Responder

2
1


Médio Norte - 07-11-2019 17:20:11

O BRASIL PRECISA DE BLAIRO MAGGI !! Volta BM3... eu e minha família moramos em um residencial construído no seu governo !!

Responder

5
5


Wagner - 07-11-2019 13:38:35

Rapaz, só nessa foto dá uns 200 anos de condenação se a JUSTIÇA fosse feita de verdade

Responder

4
2


4 comentários