Blairo Maggi entra em "pânico" por causa de enxurrada de processos | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

POLÍTICA Quinta-feira, 28 de Março de 2019, 07h:11 | - A | + A




Membro de gang

Blairo Maggi entra em "pânico" por causa de enxurrada de processos

Procuradora diz que o ex-ministro bilionário está desesperado

blairo-maggi-senador-pr-20120315-original.jpeg

 

Após ser apontado como membro da organização criminosa que levou o ex-presidente Michel Temer  (MDB) para a cadeia, o ex-governador de MT e ex-Ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), entrou em desespero. A afirmação partiu da procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge, que apontou a tentativa de Maggi em desconstruir as investigações relacionadas à Operação Ararath.

A pataquada de Dodge, foi dada inclusive em parecer, contrapondo os argumentos que Maggi tentou usar na tentativa de trazer para Mato Grosso as ações referente a suposta compra de vaga do TCE, que envolveu a nomeação do Conselheiro afastado, Sérgio Ricardo.

O objetivo da defesa seria tirar o julgamento do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) e encaminhá-lo ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT).

“O desespero de Blairo Borges Maggi de tentar desconstruir as investigações é evidenciado pelo absoluto contrassenso existente entre os pedidos por ele formulados nos feitos relacionados à denominada Operação Ararath”, citou a procuradora.

Blairo pediu o encaminhamento da ação penal ao TJMT argumentando que  a linha de investigação é referente a dívidas de campanha deixadas por ele a Silval Barbosa, seu sucessor no Governo do Estado, e que tais fatos se enquadram na Justiça Eleitoral, quando crimes comuns estão relacionados à crimes eleitorais.

Segundo a procuradora, o ex-ministro apresentou um rosário de alegações sem fundamento e inconsistentes. "Tudo com o indisfarçável intuito de arrastar a persecução penal”, fulminou.

A acusação

Em maio de 2018, o Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia contra Blairo Maggi e Sérgio Ricardo pela prática de crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro nos crimes apurados pela Operação Ararath. No caso, a peça refere-se à suposta compra de duas vagas de conselheiro do TCE, entre os anos de 2009 e 2012. O caso foi denunciado pelo ex-governadorSilval Barbosa, em sua delação premiada, que afirmou ter sido negociada a vaga de Sérgio Ricardo no TCE por R$ 12 milhões, sendo R$ 4 milhões efetivados, de acordo com as investigações do MPF.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Glória - 28-03-2019 09:57:41

O ex-ministro bilionário está desesperado em perder toda sua fortuna? enquanto ele sorri por ai pessoas estão morrendo tudo pq??

Responder

4
0


Jean - 28-03-2019 09:55:38

Pois é ne Blairo Maggi e agora?

Responder

3
0


Alemão - 28-03-2019 09:53:21

Ele não é chegado do MM? desviou horrores e nunca foi preso?

Responder

4
0


3 comentários