Bolsonaro vai 'amaciar terreno' no Congresso e Previdência pode ser aprovada em agosto, diz Mourão | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 30 de Março de 2020

POLÍTICA Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2019, 08h:02 | - A | + A




Bolsonaro vai 'amaciar terreno' no Congresso e Previdência pode ser aprovada em agosto, diz Mourão

(redacaomuvucapopular@gmail.com)
Redação

Assim que se recuperar da cirurgia que retirou a bolsa de colostomia, o presidente Jair Bolsonaro vai chamar as bancadas e líderes de partidos para discutir os ajustes finais da reforma da Previdência.  

Segundo o blog apurou com ministros do governo, o presidente quer uma "conciliação" na questão da idade para a aposentadoria.  

A expectativa do Palácio do Planalto é a de que o presidente tenha alta no final desta semana.  

O vice-presidente Hamilton Mourão disse ao blog neste domingo (10) que conversou com o presidente e se surpreendeu com sua "rápida recuperação".  

"Até brinquei com ele que estava indo a um churrasco e ele: 'Poxa! Assim você acaba comigo, eu aqui no hospital!'", afirmou Mourão.  

Sobre a reforma da Previdência, Mourão disse que, quando o presidente conversar com as bancadas, o gesto dará uma "amaciada no terreno" para a aprovação da reforma.  

Na previsão dele, se houver uma “concertação” com os políticos, a Previdência estará aprovada em agosto – na Câmara e no Senado.   “Precisa ter a articulação política e uma comunicação eficaz – não só para a população, mas para os congressistas, para aqueles que não entendem a realidade. É um problema de todos, a bomba está armada. Todo mundo precisa ajudar”, disse Mourão ao blog.  

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse à reportagem que ainda não há definição do relator da reforma da previdência na Casa.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 12-02-2019 09:35:22

Continuando meu comentário anterior...seria conveniente assistirem pelo youtube a aula da professora, Doutora em Economia. DENISE LOBATO GENTIL, intitulada> A Previdência Social em 2060 - As inconsistências do Modelo de Projeção Atuarial do governo brasileiro.

Responder

1
0


Carlos Nunes - 11-02-2019 17:05:59

Continuando meu comentário anterior...eu sugeriria ao BOLSONARO duas medidas: 1) chamar a professora, Doutora em Economia, DENISE LOBATO GENTIL, pra fazer o esboço do Projeto de Reforma que tem que ser apresentado pros eleitores. Essa é a que mais entende de Previdência no país. 2) começar a consultar vários especialistas em Matemática Atuarial, pois Previdência é igual Seguro, o cara vai contribuir pra receber depois. O homem vai contribuir 35 anos...e vai usufruir só 10 anos? A pesquisa nacional revelou que a média de vida do brasileiro é de 75 anos...aposenta com 65 anos e vive até 75? Se reunir diversos especialistas em Matemática Atuarial, eles vão mostrar várias maneiras de calcular isso. Dentre essas maneiras deve ter a melhor fórmula matemática. Concluindo: os políticos não são os mais indicados pra fazer Reforma nenhuma, tem muitas variáveis no negócio.

Responder

2
1


Carlos Nunes - 11-02-2019 16:56:53

BOLSONARO tem é que convencer os Eleitores e as Eleitoras...quarenta e poucos milhões que votaram nele...trinta e poucos milhões que votaram no Haddad...e mais quase 40 milhões que não votaram em ninguém. Se convencer quem vota e elege, convence o Congresso Nacional. O duro é se convencer o Congresso, mas não convencer de jeito nenhum quem vota no país. Bem, aí a popularidade cai da noite pro dia, fica igual a do tio Temer, ou como diz o ditado popular "cresce igual rabo de cavalo"...pra baixo. E depois que cai, não levanta mais...nem com reza braba.

Responder

2
1


3 comentários

coluna popular
ALMT contra coronavírus
Adiamento é prematuro
Órgão quer suspender reabertura do comércio
Empresários pedem o fim da medida de isolamento
Medida Provisória

Últimas Notícias
30.03.2020 - 12:15
30.03.2020 - 11:13
30.03.2020 - 11:09
30.03.2020 - 10:38
30.03.2020 - 10:28


Carlos Fávaro (PSD)

Coronel Rúbia (Patriota)

Elizeu Nascimento (DC)

Gisela Simona (Pros)

José Medeiros (Podemos)

Júlio Campos (DEM)

Nilson Leitão (PSDB)

Otaviano Piveta (PDT)

Procurador Mauro (PSOL)

Reinaldo Morais (PSC)

Valdir Barranco (PT)

(Nenhum deles)

Feliciano Azuaga



Informe Publicitário