Candidato à presidência do CRP alega ter sido vítima de declarações caluniosas  | MUVUCA POPULAR

Domingo, 25 de Agosto de 2019

POLÍTICA Quarta-feira, 14 de Agosto de 2019, 18h:57 | - A | + A




Conselho de Psicologia

Candidato à presidência do CRP alega ter sido vítima de declarações caluniosas

Gabriel Henrique foi acusado de agir de má fé e realizar reuniões convocatórias para ganhar vantagem nas eleições


redacaomuvuca@gmail.com

Conselho Regional de Psicologia 18ª Região (CRP18-MT)

Após a suspensão do processo eleitoral da diretoria do Conselho Regional de Psicologia 18ª Região (CRP18-MT), o candidato, Gabriel Henrique, responsável pela chapa 11, "Diálogos! Com todas as Psicologias", acusado de ter cometido irregularidades eleitorais, emitiu uma nota afirmando que tais acusações seriam “inverídicas e caluniosas”.      

No texto, o psicólogo declara que diferente do que foi divulgado, a chapa não foi impugnada e, que apenas o processo eleitoral do cargo no Conselho havia sido suspenso, pelo juiz Raphael Casella de Almeida Carvalho, da 8º Vara Federal Cível da SJMT.      

"[...] Mesmo após tentativas anteriores de impugnação da nossa chapa, mantivemos serenidade, certos de que nossa campanha obedece, desde o princípio, os termos estabelecidos pelo regimento eleitoral. Fatos estes comprovados judicialmente com pareceres favoráveis ao prosseguimento da nossa campanha. Portanto, houve suspensão do processo eleitoral, mas não houve impugnação de nossa Chapa", consta na nota.

Confira a íntegra da nota abaixo:

NOTA DE POSICIONAMENTO E ELUCIDAÇÃO

"A chapa 11, “Diálogos! Com todas as Psicologias”, vem a público lamentar a suspensão das eleições do CRP-18 e informa que aguarda que os fatos que motivaram a suspensão, citados pedido liminar da chapa adversária, e que foram acatados pelo juiz Raphael Casella de Almeida Carvalho, da 8º Vara Federal Cível da SJMT, sejam devidamente elucidados.

A lisura do processo eleitoral é essencial para manutenção e defesa da nossa tão ameaçada democracia. Tais ameaças se apoiam, inclusive, na propagação de fake news, na extinção e ameaça de extinção dos conselhos de direitos e profissionais e são coroadas por atitudes que levantam suspeitas sobre as organizações autárquicas e suas direções.

Nesse sentido, o que está em jogo nessas eleições é a defesa da Psicologia enquanto Ciência e Profissão o que historicamente vem sendo defendido pelo Sistema Conselhos e, por isso mesmo, incomodando posturas autoritárias e conservadoras que visam, para o enfraquecimento da democracia em nosso país, ao ataque às autarquias.

Diante dos fatos, achamos importante ressaltar que, mesmo após tentativas anteriores de impugnação da nossa chapa, mantivemos serenidade, certos de que nossa campanha obedece, desde o princípio, os termos estabelecidos pelo regimento eleitoral. Fatos estes comprovados judicialmente com pareceres favoráveis ao prosseguimento da nossa campanha. Portanto, houve suspensão do processo eleitoral, mas não houve impugnação de nossa Chapa.

Desta forma, os ataques de cunho pessoal ao candidato Gabriel Henrique são falaciosos, fakenews, pois em nenhum momento ele faltou com a ética, respeito e cumprimento das leis que norteiam o processo eleitoral. Sendo esta denúncia descartada pelo juiz, como se pode ler na decisão: "O candidato a Presidente do CRP, integrante da Chapa 11, Gustavo[1] Henrique Pereira de Figueiredo, ocupa atualmente o cargo de Conselheiro Efetivo do CRP, e não da Diretoria. Portanto, neste ponto não há qualquer impedimento à sua candidatura."  

Nós, continuamos na defesa de uma campanha onde os psicólogos e psicólogas terão propostas sólidas e éticas, que respeitem os e as profissionais e a psicologia. Nossa campanha nas redes continua dialogando com cada uma e cada um sobre nossas propostas para o CRP - 18, na defesa da Psicologia enquanto Ciência e Profissão calcadas em precedentes laicos, éticos com responsabilidade, compromisso e respeito a cada profissional. E queremos lançar um manifesto: Por eleições democráticas e chega de fake news!"

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Psicologa - 15-08-2019 21:52:31

O candidato da chapa 11 é uma pessoa íntegra,bem como os demais candidatos da chapa que são profissionais reconhecidos na psicologia. Chega dessa baixaria na psicologia, queremos o direito de votar.

Responder

1
0


Fernanda - 15-08-2019 09:23:39

Total apoio, conheço boa parte das pessoas que compõe a chapa e são íntegras e éticas!

Responder

2
1


Jucelia - 15-08-2019 09:17:56

É intriga da oposição, rsrsr, quem não deve não teme deixa ser investigado

Responder

2
0


Nelso - 15-08-2019 07:52:13

Essa polêmica já deu o q tinha q dar

Responder

1
1


4 comentários