Cerca de 30 sindicatos de MT repudiam fala de Abílio em debate e pedem retratação  | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2020

POLÍTICA Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020, 21h:18 | - A | + A




Servidores Descontentes

Cerca de 30 sindicatos de MT repudiam fala de Abílio em debate e pedem retratação

Candidato teria colocado honestidade de todos os servidores sob suspeita


redacaomuvuca@gmail.com

Foto: Reprodução

Após os candidatos à Prefeitura de Cuiabá, Abílio Júnior (Pode) e Gisela Simona (PROS), se reunirem neste domingo (25), para debater propostas para a capital, cerca de 30 sindicatos assinaram um baixo-assinado repudiando falas de Abílio.

Conforme uma nota emitida nesta segunda-feira (26), os sindicatos afirmam que durante o debate, Abílio colocou sob suspeita a honestidade de todos os servidores públicos de Cuiabá, além de qualificar como “estabanada”, a atuação do político.

“O candidato Abílio vem, sistematicamente, atacando contra a honra e a dignidade da totalidade dos servidores públicos. Não foi mais um ataque isolado em suas falas estabanadas. É uma narrativa meticulosamente construída contra os serviços e servidores públicos de Mato Grosso”, diz a nota.

Além disso, as entidades exigiram uma retratação do candidato, visto que, ele “parece desconhecer a realidade do serviço público”.

“Os sindicatos que assinam a presente nota REPUDIAM tal fala, bem como EXIGEM RETRATAÇÃO IMEDIATA do candidato Abilio Jr, vereador de primeiro mandato que parece desconhecer a realidade do serviço público e seus verdadeiros gargalos, sob pena de acionarmos em conjunto o candidato por danos morais coletivos”, consta no texto.

Veja a nota na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO E PEDIDO DE RETRATAÇÃO CONTRA O CANDIDATO ABÍLIO JR. POR COLOCAR EM SUSPEIÇÃO TODOS OS SERVIDORES PÚBLICOS EM “DEBATE” REALIZADO NESTE DOMINGO

Os Sindicatos e a Central Sindical abaixo assinados, vêm a público REPUDIAR VEEMENTEMENTE a fala do candidato Abilio Jr, em espécie de “debate” realizado por ele com outra candidata ao pleito, onde colocou em suspeição a honestidade de todos os servidores públicos.
O candidato Abilio vem, sistematicamente, atacando contra a honra e a dignidade da totalidade dos servidores Públicos. Não foi mais um ataque isolado em suas falas estabanadas. É uma narrativa meticulosamente construída contra os serviços e servidores públicos de Mato Grosso.
Em várias ocasiões, o então vereador Abilio assediou, ofendeu e tripudiou sobre servidores em pleno exercício de suas funções, fosse em hospitais e UPA’s, bem como de outros servidores municipais de Cuiabá. Sempre se “atenuou” tais ataques desmerecendo o agressor dos servidores como alguém descompensado mentalmente. Um erro, aliás!
Agora fica claro que essa maneira de agir é pensada e, não fruto do arroubo juvenil do vereador de primeiro mandato. É uma narrativa construída contra os servidores no intuito de ganhar likes e se aproximar do seu ideal político, que é o governador de Mato grosso, no que tange ao desmonte dos serviços públicos e a perseguição dos servidores.
No debate anterior realizado na FECOMÉRCIO, o candidato já havia atacado duas categorias de servidores municipais. Os Fiscais da prefeitura quando disse que esses iam nas obras “’morder’ um dinheirinho na sexta feira”, depois que os analistas de projetos (Engenheiros e Arquitetos municipais, a grande maioria de carreira) criavam problemas nos projetos para “vender facilidades”. Sem NENHUMA PROVA, o candidato faz parecer que duas categorias inteiras seriam desonestas. Isso já rendeu uma nota de repúdio do Sindicato dos Agentes de Fiscalização/SINDARF e, certamente renderá uma ação judicial por dano moral coletivo!
Não satisfeito, no referido debate entre a candidata e Abilio Jr, além daquela calúnia coletiva na Fecomércio, o candidato ao perguntar sobre direito dos servidores, dando a entender que NÃO PAGARIA RGA e demais direitos se fosse eleito, já alegando uma “crise financeira” para 2021, ainda afirma : “Ninguém rouba sozinho, tem fiscal de contrato que tá junto, tem servidor que tá junto...e governar é fazer enfrentamento com servidores públicos que ajudam na corrupção”.
Um candidato a prefeito de uma capital fazer esse tipo de ilação é criminoso. Isso deve despertar o brio dos servidores públicos. Não podemos aceitar que alguém por propósitos eleitoreiros ataque a honra de milhares de servidores pais e mães de família. Se tem conhecimento de algum crime “vereATOR”, tem de denunciar e não ficar usando de palanque eleitoral. O contrario é prevaricar na função.
Tal fala merece nosso repúdio por ser uma estratégia eleitoral de desgastar a imagem do servidor público como um todo frente a população além de, desmerecer seus votos nessa eleição. O dia do Servidor Público (28/10) se aproxima e não é esse o presente nem o tratamento que os servidores merecem, depois de salvarem tantas vidas nessa pandemia e manter em ordem a cidade de Cuiabá e todo estado!.
Os sindicatos que assinam a presente nota REPUDIAM tal fala, bem como EXIGEM RETRATAÇÃO IMEDIATA do candidato Abilio Jr, vereador de primeiro mandato que parece desconhecer a realidade do serviço público e seus verdadeiros gargalos, sob pena de acionarmos em conjunto o candidato por danos morais coletivos.

ASSINAM A PRESENTE NOTA:
1- Central dos Sindicatos Brasileiros Seccional MT/CSBMT
2- Associação dos Técnicos do Judiciário do Estado de Mato Grosso/ASTEJUDMT
3- Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cuiabá/SISPUMC
4- Sindicato dos Agentes de Regulação e Fiscalização do Município de Cuiabá/SINDARFMT
5- Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Várzea Grande/SINVAG
6- Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Nova Ubiratã/SINSEP
7 - Sindicato dos Trabalhadores de Combate as Endemias de MT/SINTRACE-MT
8- Sindicato dos Auditores Fiscais e Inspetores de Tributos do Município de Cuiabá/SINAFIT
9- Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Cuiabá/SINTEP
10- Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público do Estado de MT/SINTEPMT
11- Sindicato da servidores municipais de Araputanga/SISMARA
12- Sindicato dos Servidores da Área Meio do Poder Executivo de MT/SINPAIGMT
13- Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Campo Verde/ SISPCAMP
14- Executiva Regional do Centro Oeste da Federação Nacional dos Farmacêuticos/FENAFAR
15- Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Alta Floresta/SISPUMAF
16- Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica-MT Seccional Cáceres/SINASEFEMT
17- Sindicato dos Servidores Públicos municipais de Paranatinga/SISEMP
18- Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis/SISPMUR
19- Sindicato dos Trabalhadores da Educação Superior de MT/SINTESMAT
20- Sindicato dos servidores públicos de Tapurah/ SINDTAP
21- Associação dos servidores da prefeitura Municipal de Cuiabá/ASPE
22- Sindicato dos Servidores Públicos da Carreira dos Profissionais de Meio Ambiente do Estado de Mato Grosso/SINTEMA
23- Associação dos Docentes da Unversidade do Estado de MT/ADUNEMAT
24 - Sindicato dos Servidores do Ministério Público de Mato Grosso - SINDSEMP-MT
25 - Sindicato dos Técnicos Legislativos do Poder Legislativo Estadual - SINTEL/MT
26 - Sindicato dos Fiscais de Tributos Estaduais de Mato Grosso - SINDIFISCO/MT
27- Sindicato dos Servidores da Saúde do Estado de MT/SISMAMT
28- Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal de MT/SINDJUFE
29- Associação dos Gestores Governamentais de MT/AGGEMT
30- Federação Sindical dos Servidores de MT/FESSPMT

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(5) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Bolão - 27-10-2020 14:32:16

Geon Muller favor para o povo quem faz mesmo são as empresas? O atual governo cortou investimentos públicos, e o que foi falado é que iria ter "o tal investimento privado". Onde foi parar o investimento das empresas? Parasitas são vocês da iniciativa privada! Muitos sonegando impostos, ganhando "bolsa empresário" nos incentivos fiscais, dando calote em divida previdenciária de empregados e devolvendo em troca o que para a sociedade? 14 milhões de desempregados! O neoliberalismo não deu certo em nenhum lugar do mundo! O nosso vizinho chile faliu no neoliberalismo e agora vai criar uma nova constituição popular voltada para a sociedade, e você vem chamar Servidores públicos de parasitas! Deve estar delirando ou deve ser ignorante.

Responder

3
2


janio - 27-10-2020 02:44:35

fazem um serviço pessímo olhem os correios, os caras ganham um salário incompatível com o cargo que exerce, servicinho pessíma qualidade em serviço administrativo para ganhar 10 mil tá errado isso aí, verdadeiro trabalhador levanta 5 da manhã para chegar com o dinheiro em casa as 19:00 noite para trazer o sustento para familia

Responder

5
18


alex r - 27-10-2020 08:37:44

SE estudasse e fosse bom em algo não teria essa noção míope... Vou te dar um exemplo : o Neymar é um bosta e ganha mais que qualquer um ... Tem gente que acredita que ele tem habilidade mas não viram Ronaldinho e Ronaldinho gaúcho jogar, sequer Pelé... Então não fale bosta pq vc é um ... estude e tente o seu sucesso!

Responder

6
0


Jonas - 26-10-2020 21:55:39

A verdade é que se a administração fosse privada não precisaria de tantos servidores e o público é péssimo em todos os níveis municipal estadual e federal

Responder

6
13


Carlos Nunes - 26-10-2020 21:30:04

Ih! Não resta dúvida que tio Abílinho devia medir suas palavras...em qualquer categoria tem o Trigo e o joio...o negócio é que hoje em dia a gente não consegue diferenciar Quem é Quem...Que tem muitos lobos em pele de cordeiro, isso tem? Resta saber Quem é cordeiro e quem é o lobo? A solução é tio Abílinho pedir desculpas pros Sindicatos...Quem sabe o próprio Trigo dos Sindicatos saiba quem são os joios?

Responder

7
10


5 comentários

coluna popular
O contribuinte paga a conta
Governador amplia base na ALMT
Documento possui aval da Casa Civil
Campanha atende 50 mil famílias
R$ 3 milhões em cocaína

Últimas Notícias
03.12.2020 - 22:28
03.12.2020 - 22:02
03.12.2020 - 22:00
03.12.2020 - 21:12
03.12.2020 - 19:53




Informe Publicitário