Denúncia aponta dois deputados por trás de crimes ambientais | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 22 de Março de 2019

POLÍTICA Quinta-feira, 14 de Março de 2019, 19h:46 | - A | + A




Operação “Terra à Vista”

Denúncia aponta dois deputados por trás de crimes ambientais

Esquema resultou na prisão de 128 pessoas

Por: Redação

Em denúncia anônima cedida ao site MPopular, um madeireiro que não quis se identificar, afirmou que o esquema que resultou na operação “Terra à Vista” é comandada por dois deputados estaduais. Segundo o denunciante, o esquema funcionava através de fraudes no sistema para a criação de créditos florestais e comercialização de madeira ilegal.

O que teria havido, nesse caso, é que algum funcionário da Sema estava criando crédito virtual. "Eles montavam uma empresa de comércio de madeira em uma cidade pequena, e comprava madeira serrada em outro município, como Alta Floresta, por exemplo. Então ia a nota fiscal GF3 (guia de transporte) dessa madeira, ou comprava do Pará. Mas só vinha o papel, e entrava na serraria fantasma que eles criaram. Acontece que nessas cidades pequenas não existe comércio para esse volume de madeira, até porque não tem como comercializar madeira picada numa 'currutela', e essas notas frias serviam na verdade para eles transportarem madeira em outro lugar", explica.

Além disso, o denunciante explicou que havia uma indicação do parlamentar de Mauro Savi para conseguir acesso ao sistema da Secretaria do Estado de Meio Ambiente. O esquema envolveria indicação política na SUIMIS, CCSEMA e prefeituras. A Suímis liberava o empreendimento,  o CCSEMA liberava os créditos e as prefeituras liberavam os alvarás, tudo tendo por trás o comando de dois parlamentares.

“Todo mundo sabe quem estão por trás disso, são dois deputados. Isso aí vem lá de trás, um indicou uma pessoa para ficar no sistema da CCSEMA, e ela tinha acesso a senha e aos créditos”, relatou.

O caso

Nesta quarta-feira (14), a Polícia Civil de Mato Grosso solicitou mandato de prisão à 128 pessoas suspeitas de envolvimento em fraude ambiental, sendo os alvos: representantes legais e operacionais, engenheiros florestais e ex-servidores da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema).

A investigação foi realizada pela Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) que observava a atuação da organização criminosa que atuava na Sema, fraudando o Sistema de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais (Sisflora).

Segundo a polícia, muitos créditos circularam para outras empresas gerando Guias Florestais inidôneas, onde foram utilizadas para a realização de operações ilegais. Com isso, foram descobertas circulação de produto florestal de origem ilícita e lavagem dos valores correspondentes a mercadorias ilegais, das madeiras extraídas de forma ilegal.

A fraude corresponde o valor de R$150 milhões e cerca de 22 mandatos de prisão já foram cumpridos no Estado. 

Veja a lista

Cuiabá:

Theophilo Nelson Cunha

Juliana Aguiar da Silva
Várzea Grande:

Edmilson Rodrigues da Silva

Alex Sandro de Medeiros Nascimento
Itaúba:

Edvaldo Luiz Dambros

Guarantã do Norte:

Jonas Moreira Ribeiro

Sinop:

César Farias

Fernando Bruno Crestani

Getúlio da Silva Pinto

Antenor Baldono dos Santos

Artêmio Afonso Pontello

Byron Robaldino Félix

Juarez Didone

Leonardo Crestani

Luiz Derli Xavier Martins

Michel Douglas de Paula Rocha

Paulo Menegazzo

Alta Floresta:

Ricardo Gonçalves Dias

Flávio Luiz Rosa

Paulo de Souza Peres

Nova Bandeirantes:

Jaqueline Ortega Inácio

Arenápolis:

Cláudia Regina Faganelo

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(6) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Alex - 15-03-2019 09:19:35

É, por falar nisso tem muitos condomínios construídos em cima das nascente, isso também é crime ambiental né?

Responder

7
0


Erlon - 15-03-2019 09:16:54

Cade nossa justiça?

Responder

3
0


Justo - 15-03-2019 09:16:13

Mas que conveniente

Responder

3
0


Jonas - 15-03-2019 09:13:00

Sempre tem, isso não é novidade

Responder

4
0


Diego - 15-03-2019 06:45:04

Do Mauro Savi todo mundo já sabia, mas quem é o outro?

Responder

6
0


João justiceiro - 15-03-2019 04:26:30

PRENDE LOGO ESSE DILMAR DALBOSCO, UM DOS CHEFES MOR E MAURO SAVI COLOCA DE VOLTA NA GAIOLA.

Responder

13
0


6 comentários

coluna popular
“Na gestão passada a Santa Casa funcionava”
Senadora mato-grossense tem "contato direto"
Arena não é só para futebol
Presenteada com salário de 13 mil
Renegociação faz povo pagar conta por 20 anos

Últimas Notícias
21.03.2019 - 18:16
21.03.2019 - 17:00
21.03.2019 - 16:12
21.03.2019 - 15:08


Emanuel Pinheiro

Valtenir Pereira

Procurador Mauro

Gisela Simona

Lúdio Cabral

Janaina Riva

Juiz Julier

Mauro Carvalho

Fábio Garcia

Ulysses Moraes

Pedro Taques

Victório Galli

Nenhum deles



Informe Publicitário