Deputado agredido vai representar José Medeiros no Conselho de Ética  | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 22 de Maio de 2019

POLÍTICA Quinta-feira, 25 de Abril de 2019, 14h:53 | - A | + A




Briga na Câmara

Deputado agredido vai representar José Medeiros no Conselho de Ética

Deputado paranaense foi agredido pelo colega mato-grossense ao denunciar pagamento de R$ 40 milhões


De Brasília (Agência RBC News)

 

O deputado federal Aliel Machado (PSB-PR) vai representar o seu colega José Medeiros (PODE-MT) no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar por ter sofrido agressão do parlamentar mato-grossense ao discursar no plenário da Câmara dos Deputados contra a reforma da Previdência. Medeiros será o primeiro congressista a ser representado por quebra de decoro nesta legislatura.  

“Sim, eu vou representar contra esse rapaz no Conselho de Ética da Câmara. Esse rapaz foi extremamente estúdio e irresponsável. Onde já se viu, partir para cima de um colega, xingar e tentar arrancar seu microfone durante um pronunciamento. Isto é quebra de decoro parlamentar”, afirmou Aliel Machado com exclusividade para o emanuelzinho.  

Durante a sessão plenária vespertina de quarta-feira (24), José Medeiros totalmente descontrolado partiu para cima de Aliel Machado, xingando-o, tentado arrancar o microfone e agredir o colega. A fúria de Medeiros se irrompeu quando Machado reproduzia denúncia de que o governo Bolsonaro ofereceu R$ 40 milhões em emendas parlamentares para cada deputado que votar a favor da Previdência.  

Aliel Machado, em seu depoimento, afirmou que o governo Bolsonaro "ofertou 40 milhões para compra de votos”, que “está ofertando cargos” e “está acertando os deputados". Foi quando Medeiros o chamou de "vagabundo". Aliel Machado não se intimidou e continuou discursando: "Mando um recado porque estão se vendendo".  

A reação intempestiva de José Medeiros só foi contida quando colegas com apoio dos seguranças da Câmara o impediram de consumar a agressão física. “Provavelmente a carapuça lhe serviu. O histórico desse rapaz mostra que ele é uma pessoa totalmente desequilibrada”, afirmou Aliel Machado. “Até então eu nem sabia da existência desse rapaz. Depois soube que ele havia se tornado senador num caso nebuloso, com indícios de falsificação de uma ata”, acrescentou. 

O deputado José Medeiros divulgou um áudio no qual comentou o episódio. Ele afirmou que não houve agressão contra Aliel Machado. “O que houve foi uma indignação. O que houve foi uma reação forte de um parlamentar que votou contra o parecer da reforma e que está acompanhando um boato de que cada deputado recebeu 40 milhões para votar a favor. Isso é uma mentira deslavada”, afirmou Medeiros. 

Confira o áudio divulgado por Medeiros:

Recorde o vídeo do episódio de ontem no plenário da Câmara:

VÍDEO

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 25-04-2019 15:43:44

ih! Nessa briga entre o Machado e o Medeiros, eu fico com o Machado, é claro. Fico imaginando uma descendente dos dois (netas, bisnetas, tataranetas), anos depois reclamando a beça dessa Reforma. Dizendo: como o nosso ancestral foi um bunda mole em aprovar essa porcaria de Reforma. Agora a gente aposenta com 62 anos...fiquei desempregada quando completei 40 anos (ou 50 anos), e de lá pra cá ninguém me empregou mais...o que vou fazer da minha vida, até completar 62 anos pra aposentar? Não posso mais nem contribuir com a Previdência, pois não tenho dinheiro. Aposentar no Brasil vai ser o verdadeiro trabalho de Hércules...muitos vão até tentar, mas poucos vão conseguir. Esse assunto Reforma da Previdência é tão sério, mas tão sério, que somente devia ser aprovada DEPOIS de um Referendum Popular...pra ver se o povo brasileiro concorda ou não concorda, aceita ou não aceita.

Responder

5
2


1 comentários