Deputado aponta erros nos processos de regularização fundiária em MT  | MUVUCA POPULAR

Domingo, 22 de Setembro de 2019

POLÍTICA Quarta-feira, 11 de Setembro de 2019, 09h:54 | - A | + A




ALMT

Deputado aponta erros nos processos de regularização fundiária em MT

Segundo Valdir Barraco, existem erros do Intermat na sobreposição de terras tituladas pelo Incra


redacaomuvuca@gmail.com

reforma 22.jpg

 Foto: reprodução da internet 

O deputado estadual Valdir Barranco apontou erros nos processos de regularização fundiária em Mato Grosso. Conforme o parlamentar, foram constatadas em processos do Instituto de Terras do Estado de Mato Grosso (Intermat) irregularidades nas demarcações.

“Irregularidades têm sido recorrentes, já que o Intermat não tem o hábito de consultar o Incra para ver se se há ou não sobreposição de terras nas áreas que eles estão encaminhando para a titulação. Em alguns casos, há erros grotescos de medição de terras envolvendo assentamentos que já existem. Por isso, pedi que façam as correções para depois discutirmos os processos aqui na Assembleia. Estou recomendando que tenham mais atenção nos processos futuros”, explicou o deputado.

Barranco ressaltou que "a Assembleia não pode correr riscos de aprovar projetos que incidem sobre áreas do Incra, sob pena ser denunciada pelo Ministério Público Federal". Segundo o parlamentar, as irregularidades encontradas estão ligadas a documentação da Fazenda Serra Negra, cuja área se sobrepõe aos assentamentos Planalto Iriri e Terra Nova II. Na Fazenda Jacutinga também há o mesmo erro, com sobreposição ao assentamento Planalto Iriri.

“Tudo isso poderia ser evitado se o Intermat fizesse seu dever de casa e expedisse ofícios requerendo informações ao Incra sobre terras de reforma agrária constituídas pela autarquia, afim de evitar a sobreposição. Assim, constatado que se trata de terra titulada ou sob domínio da União, o Intermat não incorreria no erro da sobreposição e não travaria o processo de titulação de terras estaduais. Precisamos de mais atenção e eficiência nste processo”, concluiu o parlamentar.

A Comissão de Agropecuária, Desenvolvimento Florestal e Agrário e de Regularização Fundiária analisou e designou relatores para 26 processos durante reunião da última terça-feira (10).

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários