Deputado apresenta requerimento pedindo abertura da CPI da Energisa  | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

POLÍTICA Quarta-feira, 09 de Outubro de 2019, 12h:02 | - A | + A




CPI

Deputado apresenta requerimento pedindo abertura da CPI da Energisa

Com 18 assinaturas, CPI será aberta na Assembleia Legislativa


redacaomuvuca@gmail.com

Elizeu nascimento quarta.jpeg

 Elizeu Nascimento | Foto: reprodução da internet 

O deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) apresentou na sessão ordinária desta terça-feira (8) na Assemblei Legislativa o requerimento para abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar com profundidade possíveis irregularidades da empresa Concessionária de Energia Elétrica de Mato Grosso Energisa S/A quanto ao aumento abusivo nas contas de energia elétrica nos municípios do Estado, bem como o enxugamento nos quadros de funcionários e a má prestação dos serviços concessionados.

O parlamentar disse que a instalação da CPI é plenamente justificável devido o grande o número de pessoas que estão reclamando dos serviços prestados pela Energisa, retratado em levantamentos realizados pelo Procon Estadual onde a concessionária sempre lidera o ranking de reclamações, bem como a existência de uma petição pública de abaixo-assinado nas redes sociais encabeçada pelo jovem  Lucas Barroso  com mais de 9 mil  assinatura, solicitando a instalação da CPI da Energisa.

“É preciso uma investigação dos serviços prestados por essa empresa, pois já tem algum tempo havendo reiteradas reclamações sobre abuso no valor cobrado na conta de energia e do precário atendimento feito a população”, explicou o parlamentar.

Oito assinaturas de deputados estaduais são necessárias para abrir a Comissão Parlamentar de Investigação, porém  dezoito parlamentares já assinaram o requerimento, número mais que suficiente para a abertura da investigação.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

DANIELA BERZONI - 09-10-2019 15:33:56

Na região de Acorizal o prazo mínimo de atendimento é de 5 horas; funcionários terceirizados sem compromisso com o atendimento ao usuário/consumidor, que dizem não conhecer a região e por isso a demora no atendimento. Mas até aí tudo bem! É que no ano que vem terá eleições e como a empresa "obrigatoriamente" terá que contribuir com doações, já estaria fazendo caixa pra cobrir isso aí!

Responder

1
0


1 comentários