Dr. Leonardo assume vice-liderança do Solidariedade na Câmara | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

POLÍTICA Quinta-feira, 21 de Março de 2019, 12h:39 | - A | + A




Dr. Leonardo assume vice-liderança do Solidariedade na Câmara

Exercendo o primeiro mandato na Câmara Federal, o deputado Dr. Leonardo (Solidariedade) foi indicado nesta quarta-feira (20.03) para a vice-liderança do seu partido, o Solidariedade. Na sessão noturna, o parlamentar já representou a sigla e orientou em Plenário os demais deputados na votação de dispositivos da Política Nacional do Turismo.

 

“O cargo é importante porque teremos espaço no grupo que define as pautas que irão ao plenário. Por definição do partido, assumo a função de líder nos assuntos relacionados à saúde e também nas ocasiões de afastamento do líder. Com humildade e muito trabalho, estamos construindo nossa representatividade para defender com força os interesses de Mato Grosso”, explicou Dr. Leonardo.

 

De acordo com o Regimento Interno da Câmara, para ter direito a uma liderança a representação partidária deve ter pelo menos cinco deputados. Atualmente, o Solidariedade conta com 13 representantes na Casa. Entre as funções do líder partidário, está a de nortear a discussão e a votação de propostas, articulação política e unificação do discurso. Durante as votações, cabe ao líder expressar a opinião de quem ele representa.

 

O deputado federal Dr. Leonardo também já foi indicado para compor dois dos principais colegiados da Câmara dos Deputados: a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e a Comissão de Seguridade Social e Família.

 

A primeira tem como missão debater o pacote anticrime proposto pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Já a reforma da Previdência vai ser o ponto principal das discussões da Comissão de Seguridade Social.

 

“São temas importantes que tenho orgulho de participar ativamente. Estamos firmes na luta por novos mecanismos de combate à corrupção, em especial na saúde, e também estamos dialogando para que a Reforma da Previdência não represente a perda de direitos dos trabalhadores”, finalizou o deputado.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários