Em depoimento à PF, Flávio da Frical admitiu que escalou laranjas para sonegar impostos - Veja documento | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020

POLÍTICA Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020, 23h:36 | - A | + A




Laranjal do Frical

Em depoimento à PF, Flávio da Frical admitiu que escalou laranjas para sonegar impostos - Veja documento

Candidato a prefeito de Várzea Grande é tido pelo MPF como mentor de fraudes em frigoríficos e escalou filho como parceiro de crime

Em depoimento à Polícia Federal, o candidato a prefeito de Várzea Grande, Flávio Alberto de Vargas, conhecido como Flávio da Frical (PSB), admitiu que alterou o quadro de sócios das empresas, inserindo laranjas no quadro de proprietários dos frigoríficos Frical e Frigovárzea, em uma estratégia de esvaziamento patrimonial para não pagar dívidas superiores a R$ 50 milhões cobradas pelo governo federal.

"Ao ser ouvido perante a autoridade policial, Flávio Alberto Vargas confirmou ser o administrador de fato da FRICAL desde a sua constituição, no ano de 2000, tendo admitido que inseriu outros indivíduos no contrato social da empresa sem que realmente fossem sócios", diz um dos trechos.

A informação consta em uma denúncia criminal formulada pelo Ministério Público Federal (MPF) encaminhada à Justiça Federal no dia 5 de junho deste ano pela Procuradora da República Denise Nunes Rocha Muller Slhessarenko.

Também foi denunciado Michel Flávio de Vargas, filho do candidato a prefeito de Várzea Grande, acusado de compactuar com fraudes no contrato das empresas e agir em conluio com o pai - Flávio Vargas - de descontar da folha de pagamento dos trabalhadores dos frigoríficos Frical e Frigovárzea o dinheiro da contribuição social e do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) e não remetê-los ao INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) e a Caixa Econômica Federal (CEF), respectivamente.

Isso prejudicou assim trabalhadores de baixa renda que não poderão usar o dinheiro do FGTS para a compra de uma casa própria ou caso de doença terminal e ainda enfrentar sérias dificuldades para aprovação futura de aposentadoria.

"Os denunciados omitiram informações à autoridade fazendária com o objetivo de suprimir e reduzir tributos", reforço o MPF.

O MPF ainda classifica Flávio Vargas como mentor intelectual do esquema montado para inserir laranjas no quadro de sócios dos frigoríficos Frical e Frigovárzea escalando o filho Michel Vargas como parceiro para fraudar o fisco e não pagar mais de R$ 50 milhões em impostos devidos ao governo federal.

"Por sua vez, FLÁVIO ALBERTO DE VARGAS organizou a empreitada delituosa e dirigiu as atividades de ANÍSIO e MICHEL, orientando-os a inserir declaração falsa no contrato social da empresa FRICAL FRIGORÍFICO LTDA (e nas alterações contratuais que sobrevieram) diversa da que devia estar escrita", completa a denúncia. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Governador amplia base na ALMT
Documento possui aval da Casa Civil
Campanha atende 50 mil famílias
R$ 3 milhões em cocaína
'Criança mimada'

Últimas Notícias
03.12.2020 - 21:12
03.12.2020 - 19:53
03.12.2020 - 19:00
03.12.2020 - 18:52
03.12.2020 - 18:46




Informe Publicitário