Emanuel Pinheiro nega aumento em tarifa de ônibus de Cuiabá  | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 19 de Outubro de 2020

POLÍTICA Sábado, 18 de Janeiro de 2020, 07h:53 | - A | + A




Transporte Público

Emanuel Pinheiro nega aumento em tarifa de ônibus de Cuiabá

Prefeito da capital garantiu que não haverá reajuste neste ano


redacaomuvuca@gmail.com

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) garantiu para a população da capital que a tarifa do transporte público não terá reajuste neste ano, ou seja, continuará com o valor de R$ 4,10, que está em vigor desde junho do ano passado.

A medida de aumento foi questionado por empresas que atuam com contrato emergencial, onde chegaram a requisitar um valor de R$ 4,25 para as passagens de ônibus, no entanto, a Prefeitura negou a possiblidade.

O último reajuste, de 6,7%, que elevou o valor da passagem em R$ 0,25, foi aprovado em janeiro do ano passado. Entretanto, por duas vezes, por determinação do Tribunal de Contas do Estado, a população voltou a pagar R$ 3,85.

Após um novo estudo apresentado, o reajuste foi mantido pelo conselho da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados da Capital (Arsec). O valor, geralmente, é reajustado anualmente, sempre no início do ano.

Desta vez, segundo o prefeito da Capital, as empresas vencedoras da licitação têm até 180 dias, contados a partir de 23 de dezembro, para assumir a operação do sistema na cidade. Até lá, as atuais empresas continuam prestando o serviço, garantido por contrato emergencial.

“Não seria justo com o trabalhador aumentar o preço de um serviço que ainda não começou a ser prestado. Portanto, em respeito ao cidadão, entramos em acordo com as vencedoras que assumirão a concessão e garantimos que neste ano não haverá aumento”, explica.

O reajuste na tarifa de ônibus está previsto em contrato com as empresas e é feito anualmente pela Arsec. Enquanto membro do Conselho Participativo do órgão, a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) tem acompanhando as análises de viabilidade.

As alterações levam em consideração os gastos com insumos, a inflação e os subsídios nas passagens concedidos a diversos segmentos, autorizados por lei, como no caso dos estudantes, idosos e pessoas com deficiência.

Em 2017, Pinheiro chegou a “congelar” o aumento, por constatar a falta de melhorias no transporte coletivo. “Sabemos que os desafios para melhorar o transporte público são grandes, por isso trabalhamos tanto na nova licitação, que irá mudar uma realidade nossa gente enfrenta há décadas.

A nova licitação, lançada após 20 anos, prevê, entre as melhorias, redução na idade média dos veículos de 5.5 para 4.5 anos. “Pedi às empresas que já entrassem com 50% da frota com idade reduzida e ar-condicionado. Nossa meta é de que em até 3 anos 70% dos coletivos em circulação sejam climatizados e que, no máximo em 5 anos, estejamos operando com a totalidade da frota climatizada”, finaliza.

Das 4 empresas vencedoras da licitação, 3 são de Cuiabá e já operam o sistema. A empresa Viação Paraense, de Belo Horizonte, é a novidade e foi a vencedora do primeiro lote. Já a Rápido Cuiabá Transporte Urbano, que vai operar o segundo lote, tem como um dos proprietários Ricardo Caixeta, dono da Pantanal Transportes. A Caribus Transportes e Serviços Ltda, que ficou com o terceiro lote, é antiga Norte e Sul. O quarto e último lote ficou com a Integração Transporte Ltda, que já opera na Capital.

Hoje, circulam 402 ônibus na Capital, divididos em 70 linhas. Pela nova proposta, os passageiros vão contar com a mesma frota. As empresas precisarão investir, no mínimo, R$ 263 milhões ao longo de 20 anos, prorrogáveis por mais 5 anos.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

jose a silva - 18-01-2020 15:40:51

OLHA A COMPRA DE VOTO DISFARÇADA AÍ TRE, MPE!

Responder

0
0


1 comentários

coluna popular
Luto em VG
Evento on-line
Vice-governador pode ser expulso do partido
Nem aí para os professores
Briga por vaga no Senado

Últimas Notícias
19.10.2020 - 16:47
19.10.2020 - 15:38
19.10.2020 - 15:12
19.10.2020 - 15:09
19.10.2020 - 15:06


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho

Itamar Carvalho

Sidney de Souza

Marquinhos Carioca

Renato Anselmo

Pablo Queiroz

Pastor Jeferson

Paulo do Carmo

Vinícius Pardi

Aroldo Telles

Marcus Brito Jr.

Elzio Xaulin

Ledevino Conceição

Elias Santos

Edmilson Carmo

Gato Louco

Nilda Tosca



Informe Publicitário