Governo quer proibir a pesca, mas não zela pelos rios, diz deputado | MUVUCA POPULAR

Domingo, 29 de Março de 2020

POLÍTICA Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020, 13h:53 | - A | + A




Oposição

Governo quer proibir a pesca, mas não zela pelos rios, diz deputado

Parlamentar é um dos principais críticos do projeto


redacaomuvuca@gmail.com

Deputado Elizeu Nascimento

Deputado Elizeu Nascimento (DC) em uma audiência pública contra o Cota Zero, no município de Barra do Garças. Foto: Divulgação.

Mesmo curtindo as férias da Assembleia Legislativa na praia, o deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) não deixa seus posicionamentos como parlamentar de lado. O político postou um vídeo denunciando um lixão à céu aberto no rio Cuiabá e criticou o Governo do Estado por querer proibir a pesca, com o projeto Cota Zero, mas não zela pelos rios. 

Principal crítico do projeto, o parlamentar publicou um vídeo de um popular em uma lancha. Ao fundo, é possível ver uma grande poluição no rio composta por lixos como capacetes e até mesmo uma geladeira. Segundo Elizeu, o problema do rio não é a pesca, e sim a poluição.

"Tem gente graúda e poderosa que estão preocupados em fechar a pesca por 5 anos, dizendo estar preocupados com nossos rios e peixes, mas não vimos preocupação alguma em zelar pela preservação de nossos rios, fiscalizações contra pesca predatória e evitar que esse lixo todo desague em nosso Rio Cuiabá", afirmou o deputado.

O parlamentar reforçou que é a favor de outros métodos para a preservação do meio-ambiente. “Parabéns a esse munícipe que mostra essa realidade em seu vídeo gravado. Digo SIM a fiscalização e NÃO ao Cota Zero da Pesca”, declarou.

Entenda o Cota Zero

O Projeto de Lei 668/2019, popularmente conhecido como Cota Zero, prevê a proibição da pesca e transporte de peixes nos rios de Mato Grosso pelo período de cinco anos.
A justificativa do governador Mauro Mendes (DEM) para a aprovação da pauta é que a proposta irá repovoar os rios e fomentar o turismo no estado.

Atualmente, o cronograma de votação da proposição foi suspenso. Encaminhado pelo Executivo e apoiado por parlamentares ligados ao governo de Mendes, o último andamento do Cota Zero na Casa de Leis foi em novembro de 2019, quando a pauta foi encaminhada para a Comissão de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Recursos Minerais.

A discussão sobre o projeto é prevista para retornar à pauta da ALMT ainda em janeiro, após o estudo técnico.

Confira o vídeo publicado pelo parlamentar:

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(6) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

jj - 21-01-2020 16:46:49

ESSE DEPUTADO ELIZEU NASCIMENTO SÓ CISCA, ELE DISK É RELATOR DA CPI DA ENERGISA, E ONTEM JA TEVE REAJUSTE DA CONTA DE ENERGIA, POVO FICA ESPERTO COM ESSES APROVEITADORES

Responder

0
0


Raquel Marina - 21-01-2020 15:13:11

O poder público nunca quis fazer nada para socorrer nossas nascentes, preservar os rios e a natureza, falta política públicas pra tudo, inclusive deve ter muitos condomínios de rico acabando com as nascentes

Responder

0
0


Willian - 21-01-2020 15:11:38

Proibir para a polição acabar com os peixes

Responder

0
0


- 21-01-2020 15:10:16

Apelo emocional nesse mundo onde os nosso rios se tornaram poluídos e o governo acha que proibir vai resolver

Responder

0
0


Denise - 21-01-2020 15:07:02

Uma vergonha a situação dos nosso rios e o que estamos fazendo para mudar isso?

Responder

0
0


Nilza - 21-01-2020 15:06:23

Concordo

Responder

0
0


6 comentários

coluna popular
Empresários pedem o fim da medida de isolamento
Medida Provisória
“Todas as decisões terão lado positivo e negativo”
Não chegou a ser cassado
Gentil Bussiki se dedicou por 40 anos ao órgão

Últimas Notícias
28.03.2020 - 19:17
28.03.2020 - 15:45
28.03.2020 - 13:52
28.03.2020 - 11:47
28.03.2020 - 10:59


Carlos Fávaro (PSD)

Coronel Rúbia (Patriota)

Elizeu Nascimento (DC)

Gisela Simona (Pros)

José Medeiros (Podemos)

Júlio Campos (DEM)

Nilson Leitão (PSDB)

Otaviano Piveta (PDT)

Procurador Mauro (PSOL)

Reinaldo Morais (PSC)

Valdir Barranco (PT)

(Nenhum deles)

Feliciano Azuaga



Informe Publicitário