Incêndio no pantanal já destruiu mais de 66 mil hectares de floresta  | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 01 de Outubro de 2020

POLÍTICA Quinta-feira, 06 de Agosto de 2020, 11h:02 | - A | + A




Em 15 dias

Incêndio no pantanal já destruiu mais de 66 mil hectares de floresta 

Amanhã, estado recebe reforço de Mato Grosso do Sul no combate ao fogo


redacaomuvuca@gmail.com

pantanal foco mt

 

Incêndio no Pantanal, em Poconé (104 KM de Cuiabá), que já acontece há 15 dias, devastou mais 66 mil hectares de floresta. Os dados foram divulgados pelo Corpo de Bombeiros, na manhã desta quinta-feira (6). O incêndio ainda não foi controlado. 

Na sexta-feira (7), o estado recebe o reforço de Mato Grosso do Sul em apoio as equipes que estão trabalhando no combate ao incêndio florestal no Pantanal.

Além do incremento das forças federais e de Mato Grosso do Sul, sete equipes terrestres e dois aviões de combate do Corpo de Bombeiros, uma aeronave do CIOPAer, maquinários da SEMA e de Produtores rurais da região, pessoal e veículos do SESC Pantanal e a Prefeitura de Poconé estarão apoiando essa grande operação.

As equipes estão empenhadas na construção de aceiros na região da fazenda São José, onde está localizado o maior foco, pois essas linhas de defesa estão dando resultado positivo na contenção do incêndio.

As chamas começaram em 21 de julho e atingem duas áreas maiores, uma no Parque Estadual Encontro das Águas (IF Encontro das Águas) e outro do lado leste da Transpantaneira por volta do quilômetro 80 (IF São José).

A tripulação do Bombeiro participou de todo planejamento para estruturação de uma base avançada de combate aéreo, a qual foi definida colocar em um ponto mais próximo das frentes de incêndio localizadas no setor sul da Reserva Particular do Patrimônio Natural-RPPN do SESC Pantanal, a princípio prioritária.
Com isso, a distância da pista de pouso até as frentes de incêndio, localizadas a norte da unidade de conservação, perfaziam duas milhas náuticas(cerca de 4Km), favorecendo a efetividade ações aéreas.

Após a estruturação da 2ª base avançada para apoio aéreo, a tripulação realizou lançamentos de agente extintor água para auxílio das equipes terrestres, bem como a realização de um monitoramento para estabelecimento de novas estratégias de combate.

"É importante destacar que houve a mudança da direção do vento no final da tarde para Leste, o que colaborou para que as frentes de incêndio localizada a Norte da RPPN do Sesc Pantanal, não adentrasse na unidade de conservação".

Os recursos empregados na operação foram uma aeronave de combate do corpo de bombeiros, uma aeronave do SESC Pantanal, 6 Bombeiros Militares, 12 Brigadistas do Sesc Pantanal , um auto tanque para abastecimento de combustível-ATC, dois veículos Auto rápido florestal, um caminhão tipo Pipa(9.000L), uma Pá carregadeira, dois tratores com pipas de 4 mil litros, além do apoio da comunidade local. Esse é um aparato extra que foi disponibilizado, além daquele que está sendo empregado no incêndio que ocorre na região da fazenda São José.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Maque - 06-08-2020 13:16:12

Incêndio florestal no sentido amplo - na mata nativa daquele local lá (no Pantanal). Tá queimando o mato, entende? E todos estamos respirando essa fumaça, que chega a vários locais, inclusive urbanos, conforme a direção do vento, entende? Deviam chamar o engomadinho "boiadeiro" pra ajudar a combater o fogo. Quem sabe, ele entenderia a necessidade de proteger os biomas brasileiros quando a cara ardesse e o pulmão sufocasse? Mas, talvez ele prefira continuar a "passar boiadas" no ar-condicionado mesmo...

Responder

2
0


1 comentários

coluna popular
Saúde em 1º lugar
Corona nas eleições
Distribuição de absorventes 
Lucas do Rio Verde
Atingidos pelo fogo

Últimas Notícias
01.10.2020 - 16:12
01.10.2020 - 15:05
01.10.2020 - 14:15
01.10.2020 - 14:07
01.10.2020 - 14:03


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Ralf Leite (MDB)

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho



Informe Publicitário