Júlio vê com naturalidade campanha de Emanuelzinho em VG | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 30 de Outubro de 2020

POLÍTICA Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020, 17h:50 | - A | + A




Eleições 2020

Júlio vê com naturalidade campanha de Emanuelzinho em VG

Político diz que essas situações são permitidas pelas siglas


redacaomuvuca@gmail.com

Reprodução

Júlio Campos

O político, ex-senador e ex- govenador, Júlio Campos (DEM), disse em entrevista ao Muvuca Popular nesta quinta-feira (24), que vê com naturalidade a candidatura do deputado federal Emanuelzinho (PTB) à prefeitura de Várzea Grande. Segundo o candidato a suplente ao Senado, esta foi uma escolha feita pelo parlamentar e a sigla ao qual pertence.

“Eu vejo assim, é natural, ele é filiado ao PTB, é um partido que é aliado da prefeita Lucimar na Câmara Municipal, mas independente em termos de candidatura majoritária de prefeito. Todos os vereadores que apoiavam e apoiam a gestão da prefeita, na sucessão dela estará com o nosso candidato da coligação Kalil Baracat [MDB]”, cita.

Mesmo com grande parte dos parlamentares do Democratas apoiando o adversário de Emanuelzinho, Júlio cita que há alguns vereadores que também apoiarão o deputado, o que é permitido também pelo partido.

“Dezoito eram da bancada da Lucimar, desses hoje pelo menos 12 estão ao lado do Kalil Baracat e outros seis foram apoiar outros candidatos, os quais os vereadores do PTB (...) é natural, faz parte da democracia né, agora vai ganhar a eleição quem mais trabalhar e tiver mais votos”, pontua.

Ainda falando sobre as eleições de modo geral, o político relatou que sua sigla está otimista quanto a eleições de diversos candidatos dentro do Estado. Em suas palavras, Júlio disse que isso ainda pode ajudar quanto a possível candidatura do governador nas próximas eleições que virão.

“O nosso partido tem candidato próprio em 62 municípios e 42 candidatos a vice em chapas coligadas. Então achamos que de todos esses candidatos próprios do DEM queremos eleger pelo menos 40 a 45 prefeitos de Mato Grosso na eleição 2020, que será uma base consolidada para a reeleição [2022] do atual governador Mauro Mendes”, reitera.

Júlio ainda classificou as eleições deste ano como “difícil de ser organizada” por conta de serem cargos distintos, principalmente se referindo a suplementar já que esse ano Mato Grosso será o único a ter este tipo de modalidade em todo o país.

“Uma campanha difícil de ser organizada, além do que o cidadão vai voltar três vezes (...) a própria eleição tem um fato diferente (...) a campanha vai ser mais pela mídia social, rádio, televisão, internet e telefone. Não vai ter tanta manifestação pessoal, comícios, reuniões e grandes eventos.”, relata.

O ex-senador citou ainda que acredita que esse ano será uma campanha difícil, pois há uma grande “descrença” por parte dos eleitores “principalmente pelas últimas notícias da corrupção generalizada que ouve no Brasil e não ficou fora Mato Grosso (...) vai ser a maior abstenção da história da política brasileira”, finaliza.    

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Clima ameno no final de semana
Não sabem em quem votar
Alta Floresta
Liberdade de imprensa
Ação eleitoreira

Últimas Notícias
30.10.2020 - 20:06
30.10.2020 - 19:00
30.10.2020 - 18:21
30.10.2020 - 17:35
30.10.2020 - 17:24


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho

Itamar Carvalho

Sidney de Souza

Marquinhos Carioca

Renato Anselmo

Pablo Queiroz

Pastor Jeferson

Paulo do Carmo

Vinícius Pardi

Aroldo Telles

Marcus Brito Jr.

Elzio Xaulin

Ledevino Conceição

Elias Santos

Edmilson Carmo

Gato Louco

Nilda Tosca

Edegar Belz (Novo)



Informe Publicitário