Kleber Lima desmente Selma Arruda sobre extorsão | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 22 de Março de 2019

POLÍTICA Quinta-feira, 14 de Março de 2019, 15h:40 | - A | + A




Saia justa

Kleber Lima desmente Selma Arruda sobre extorsão

Marqueteiro diz que não autorizou senadora arrolar seu nome em ação

Por: José Marcondes / Muvuca Popular

O empresário e marqueteiro Kleber Lima se defendeu da acusação de que teria 'delatado' uma suposta extorsão contra a senadora Selma Arruda (PSL). Em contato com a redação do calcinhaLima disse que não delatou nada, e negou que tenha sido testemunha do suposto fato.

O marqueteiro chegou a dizer que se soubesse que a senadora o arrolaria como testemunha não teria autorizado, porque não presenciou nada do que ela alega. "Eu não levei nenhuma proposta de quem quer que seja de extorsão contra ela", diz.

Lima esclarece que foi arrolado como testemunha sem sua permissão. No relato à polícia Federal, Selma Arruda alega que Wilson Santos procurou Kleber Lima para levar uma proposta para o publicitário Júnior Brasa. Segundo o marqueteiro, ela [Selma] entendeu isso como extorsão. "Até aí tudo bem, o Brasa procurou o Wilson, que me procurou dizendo que queria falar com ela. Mas o assunto não era extorsão, era sobre uma dívida extra-judicial que o Brasa diz ter com ela", justificou.

Questionado se a sua versão não coloca a senadora Selma como mentirosa, Kleber diz que a própria Selma não teria dito isso "Está entre aspas no noticiário", ameniza.

Inconfiável

Sobre o processo do governador Mauro Mendes que a matéria do MPopular relata, Lima diz que na verdade, o processo foi movido por Virgínia Mendes, em função de um debate de whatsapp. "Eu perdi e paguei", garante.

O marqueteiro trabalhou como Secretário de Mauro Mendes quando este era prefeito da capital (2013/2016), foi marqueteiro de Wilson Santos na eleição para a prefeitura de Cuiabá em 2016 onde saiu derrotado, e foi responsável pelo marketing da campanha vitoriosa de Selma Arruda ao senado em 2018.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(5) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Antonio - 14-03-2019 22:25:01

kkkk.... Honestíssima.... caixa 2....... mala de dinheiro vivo.........política na toga...... auxílio moradia mesmo tendo 3 casas...... uso não declarado de aeronave de terceiro......nepotismo familiar........envolvimento com grampos telefônicos..... protetora dos taques..... perseguidora de inocentes...... Mentirosa......kkkkkk......... Honestíssima.....

Responder

8
0


Carlos Nunes - 14-03-2019 16:30:02

Ih! Tô quase acreditando que...NÃO EXISTE EXTORSÃO NO BRASIL! NEM CORRUPÇÃO! Aí, lembro que o cara mais honesto do pais tá preso...A Juíza SELMA passou 22 anos sentando a pua no Corruptos, no crime organizado, nas máfias de Mato Grosso. Tá tarimbada nisso, por experiência própria. O fato de ser eleita a Senadora mais votada de Mato Grosso, deve ter atrapalhado um montão de planos, daqueles que já mandaram, mandam e querem continuar mandando no Estado.

Responder

2
16


Gilberto - 14-03-2019 22:21:46

Essa mulher não é essa pureza que o senhor fala. Essa senhora praticou por anos ilegalidades.

Responder

9
0


Gilberto - 15-03-2019 07:31:43

Essa senhora não é essa pureza que o senhor diz que é. Essa mulher fez e faz ilegalidades e arbitrariedades, tanto na política quanto na toga. Não apareceu nem 1% do que essa mulher de fato é.

Responder

5
0


Carlo Nunex - 17-03-2019 07:02:50

Eu acredito no bicho papão e em super heróis com superpoderes; meu cérebro é laranja; acho que sou sabido; só sei uma história; mas falo de tudo; meu deus é a TV; gosto das cores invertidas; só exergo o que eu quero; nunca desisto dos erros.

Responder

1
1


5 comentários

coluna popular
“Na gestão passada a Santa Casa funcionava”
Senadora mato-grossense tem "contato direto"
Arena não é só para futebol
Presenteada com salário de 13 mil
Renegociação faz povo pagar conta por 20 anos

Últimas Notícias
21.03.2019 - 18:16
21.03.2019 - 17:00
21.03.2019 - 16:12
21.03.2019 - 15:08


Emanuel Pinheiro

Valtenir Pereira

Procurador Mauro

Gisela Simona

Lúdio Cabral

Janaina Riva

Juiz Julier

Mauro Carvalho

Fábio Garcia

Ulysses Moraes

Pedro Taques

Victório Galli

Nenhum deles



Informe Publicitário