Liminar determina instalação de 15 novos leitos de UTI em Cáceres | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 06 de Agosto de 2020

POLÍTICA Quinta-feira, 04 de Junho de 2020, 22h:54 | - A | + A




Covid-19

Liminar determina instalação de 15 novos leitos de UTI em Cáceres

Leitos serão destinados para tratar casos de Covid-19 no município


redacaomuvuca@gmail.com

UTI.jpg

Foto: Reprodução

A 4ª Vara Cível de Cáceres (a 225km de Cuiabá) julgou procedentes os requerimentos em caráter de liminar do Ministério Público de Mato Grosso e da Defensoria Pública do Estado, em Ação Civil Pública (ACP) proposta para ampliação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados ao tratamento da Covid-19 nos hospitais da cidade.

Conforme a decisão judicial de 3 de junho, o Estado de Mato Grosso deve providenciar a instalação de 15 leitos de UTI adulto, bem como de 20 leitos de enfermaria, todos devidamente estruturados, com equipes especializadas e protegidas com os equipamentos de proteção individuais (EPIs) pertinentes. 
“Até que sejam implantados referidos leitos, deve o Estado de Mato Grosso dar imediatamente o necessário encaminhamento e tratamento aos pacientes acometidos de Covid-19, sob pena de responsabilidade”, determinou a juíza Joseane Carla Ribeiro Viana Quinto Antunes.

A magistrada estabeleceu ainda que o Poder Executivo Estadual realize estudo epidemiológico/estatístico a respeito da região Oeste, com base em metodologia científica, no prazo de 10 dias úteis. O prazo estabelecido pelo juízo é de 15 dias para início das obras e 40 dias para finalização, sob pena de multa diária no valor de R$ 20 mil e configuração do crime de desobediência. 
“A região de Cáceres apresentará nos próximos 15 dias um aumento que poderá alcançar entre 80 e 110 casos. As projeções de longo prazo apresentam a probabilidade geral que engloba os municípios de toda a Região Oeste Mato-grossense para que o pico de casos ocorra entre os meses de julho e agosto de 2020, em torno de 3.000 casos leves com orientação de isolamento domiciliar e monitoramento pelos profissionais da saúde e atenção primária e vigilância, podendo chegar, de forma acumulada nos 3 meses, 500 hospitalizados predominante de casos moderados que necessitam de acompanhamento e tratamento clínico”, argumentou a juíza. 
De acordo com Boletim Informativo da SES, em 2 de junho Cáceres registrava 34 casos confirmados da doença, sendo 15 casos em monitoramento (isolamento domiciliar), 16 casos recuperados e três óbitos. “Nota-se que a doença parece estar evoluindo de maneira célere e indesejada no Município, estando nesta data os leitos de UTIs quase próximos a lotação com pacientes da região Oeste. Desse modo, no que tange às evidências dos autos, o pleito liminar há que ser deferido”, afirmou Joseane Antunes.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Wagner - 05-06-2020 06:36:19

Em 1964 um golpe de estado, colocou o Brasil na escuridão. Quando sairam o país estava arrasado. Divida externa impagável, inflação incontrolável , desemprego imenso , menores abandonados aos milhões , o caos social explodindo , terra arrasada . Posto isso , o Brasil capengando , iniciou-se a sofrida recuperação , sofrida, doída ao povo . Criou-se o Plano Real , que controlou a inflação deixada pelos Generais incompetentes . Passado todo este sofrimento imposto à Nação , eis que surge , trazidos pela mão do Lúcifer , os mesmos que destruíram o Brasil . E estão a faze-lo novamente , com a volta da censura , violência , dividas , dólar descontrolado , desmandos e os generais destruindo tudo com sua ICOMPETENCIA conhecida por todos. Pior , em plena Epidemia , escondendo até número de mortos e censurando informações . O Brasil merece coisa melhor .

Responder

1
0


1 comentários

coluna popular
Internado em SP
Liderança no Xingu
Tudo online
Tensão entre novatos e “velha guarda”
"Injustiça"

Últimas Notícias
06.08.2020 - 19:50
06.08.2020 - 19:00
06.08.2020 - 18:10
06.08.2020 - 17:22
06.08.2020 - 17:02




Informe Publicitário