Lúdio acredita que será um longo caminho por fim a tributação de aposentados | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 27 de Outubro de 2020

POLÍTICA Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020, 13h:24 | - A | + A




Alíquota de 14%

Lúdio acredita que será um longo caminho por fim a tributação de aposentados

Parlamentar luta para por fim a tributação de aposentados e pensionistas.


redacaomuvuca@gmail.com

 

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) afirma que terá que enfrentar um longo caminho até que se torne realidade o fim do desconto previdenciário para servidores aposentados e pensionistas de Mato Grosso, até o valor do teto do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

A Assembleia Legislativa (ALMT) aprovou, em 1ª votação, com 13 votos, nesta quarta-feira (23), o fim do desconto previdenciário. O Projeto de Lei Complementar 36/2020 é de autoria do deputado estadual Lúdio e ainda vai passar pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e por mais uma votação em plenário e assim seguir para ser sancionado pelo governador Mauro Mendes.

"O projeto deve ser apreciado na próxima terça na CCJR, porém o mais difícil é ter quórum para aprovação em plenário. A votação de ontem estávamos tentando há dias, mas faltava parlamentares suficiente para a votação". 

Diante destes fato e também do governo, que tenta sempre prejudicar o servidor, o deputado avalia que ainda irão enfrentar um longo caminho. "Temos um governo que não tributa o agronegócio, mas tem coragem de tributar aposentados com mais de 30 anos de contribuição, se ele veta o nosso projeto, ainda vai um tempo maior para derrubar o veto". 

“O valor descontado dos aposentados e pensionistas compromete o pagamento de despesas básicas, como plano de saúde, exames, consultas, medicamentos. Muitos aposentados fazem empréstimos consignados para ajudar os familiares, além de terem contas de luz, água, aluguel para pagar. Cerca de 85% dos servidores aposentados recebem em média R$ 3,5 mil por mês, e foram muito afetados com esse confisco da aposentadoria. Por isso lutamos pela revogação dessa cobrança”, afirmou.

A medida garante a isenção da contribuição previdenciária sobre pensões e aposentadorias de servidores estaduais até o valor do teto do INSS, que hoje é de R$ 6,1 mil. A alíquota de 14% para aposentados que recebem abaixo do teto foi estabelecida pelo governador Mauro Mendes (DEM) e aprovada pela Assembleia em janeiro.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Jedae - 25-09-2020 07:19:19

Senador republicano Joseph McCarthy sempre esteve certo. Acusaram-no de exageros, mas hoje sabemos que os comunistas agem nos subterrâneos sob o véu do politicamente correto. "O preço da liberdade é a eterna vigilância" - A frase acima é atribuída ao orador irlandês John Philpot Curran (1750-1817). Está baseada na reflexão sobre a necessidade de se monitorar continuamente os eventos que acontecem na sociedade e entre nações para que sejamos capazes de identificar ameaças pró-ativamente e em suas fases iniciais. Desta forma, eventos que possam levar a instabilidade social, revoluções e perda de direitos estabelecidos, seriam neutralizados. Leiam este artigo e saibam o que está por detrás deste movimento...

Responder

0
0


1 comentários

coluna popular
Construção está parada desde 2017
Político tenta disfarçar passado
Fora da disputa
Confiança demais
Apoio de fora

Últimas Notícias
27.10.2020 - 00:28
27.10.2020 - 00:12
27.10.2020 - 00:07
26.10.2020 - 22:15
26.10.2020 - 21:18


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho

Itamar Carvalho

Sidney de Souza

Marquinhos Carioca

Renato Anselmo

Pablo Queiroz

Pastor Jeferson

Paulo do Carmo

Vinícius Pardi

Aroldo Telles

Marcus Brito Jr.

Elzio Xaulin

Ledevino Conceição

Elias Santos

Edmilson Carmo

Gato Louco

Nilda Tosca



Informe Publicitário