Mauro Mendes decreta oposição a Cuiabá e tenta impedir inauguração de Pronto Socorro | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019

POLÍTICA Domingo, 23 de Dezembro de 2018, 19h:21 | - A | + A




Exclusivo

Mauro Mendes decreta oposição a Cuiabá e tenta impedir inauguração de Pronto Socorro

Por politicagem, governador eleito não quer que PS seja inaugurado antes dele assumir o governo

O governador eleito, Mauro Mendes (DEM), se reuniu com os vereadores de oposição para pautar o debate na Câmara de Cuiabá, e determinou que fosse tomada todas as medidas para que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), não consiga entregar o novo Pronto Socorro até o final deste mês.

Por vaidade, Mauro entende que se o PS for entregue antes dele assumir, seu nome não estará estampado na placa da obra. Não importando quantas mortes se escale nesse período por falta de atendimentos emergenciais.

Para colocar a ordem unida em prática, os vereadores tentaram impedir um empréstimo da prefeitura que seria direcionado para a saúde. Não faltou foto para registrar o momento de alegria na união entre Mendes e os vereadores da oposição.

Cerram a fileira contra os cuiabanos os vereadores Marcelo Bussiki, Dilemário Alencar, Gilberto Figueiredo, Felipe Wellaton, Diego Guimarães e Abílio Júnior. Mas o empréstimo foi aprovado com voto da maioria, e passará ainda por apreciação no senado federal.

Ligações perigosas

Um dos líderes do 'motim' contra Pinheiro é o vereador Marcelo Bussiki, auditor licenciado do Tribunal de Contas do Estado (TCE), colega da conselheira substituta Jaqueline Jacobsen, que entrou no lugar de Humberto Bosaipo.

Jaqueline, por sua vez, emprestou-se o papel de 'canetar' a prefeitura tentando impedir o avanço da saúde em Cuiabá, obrigando o prefeito a executar mais de 2,7 mil demissões, impactando e precarizando o atendimento à população cuiabana.

Para quem não sabe, Jaqueline é aquela que encontrou notas promissórias referente as propinas pagas por Silval Barbosa com valores de até R$ 2 milhões, atrás das cortinas e quadros de um dos gabinetes do TCE, coisa que nem a Polícia Federal conseguiu.

O despacho da conselheira veio notadamente com viés político, ao passo que ela determinou que toda documentação referente aos contratos fossem encaminhadas ao vereador Abílinho, que é o principal opositor do prefeito na Câmara.

Mesquinho

Mauro Mendes segue os mesmos passos de Pedro Taques, que amesquinhou sua gestão ao personalizar as ações do governo e usar o poder para fazer pequenas intrigas que só atrapalharam o desenvolvimento de Mato Grosso. No caso em tela, a tentativa clara de Mauro Mendes é sangrar a gestão de Emanuel Pinheiro e consequentemente prejudicar a população da capital, para em 2020 colocar um candidato a prefeito da sua roda política.

O fiel escudeiro de Mendes, futuro chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho - aquele que aparece de tempos em tempos pagando propina para quem atende os interesses de Mauro Mendes - está no circuito das negociações envolvendo a oposição à gestão do prefeito da capital.

Há quem garanta que o ódio alimentado por Mendes e Carvalho seja consequência de um ato administrativo do prefeito, que impediu uma sangria de R$ 700 milhões num contrato de iluminação pública que a dupla de empresários que assumirá o governo do estado tinha extremo interesse.

Histórico
É preciso dizer que Mauro Mendes começou a obra do Pronto Socorro há 6 anos e deixou só o esqueleto. Quem está finalizando e vai entregar, é o prefeito Emanuel Pinheiro, mesmo com todas as tentativas de impedi-lo.

Quem sofre, obviamente, é a população. A politicagem, tão martelada como velha política nas falas do próprio Mauro, se fez presente num dos momentos mais importantes das últimas décadas para o povo cuiabano. Com o sorrisão de orelha a orelha, Mauro Mendes anuncia através da foto com os vereadores de oposição em Cuiabá, que fará do governo um palanque para os interesses políticos do seu agrupamento.

Procrastinação

Para fechar com chave de ouro as forças que tentam impedir a população de ter acesso ao novo Pronto Socorro, a juíza Célia Vidotti proibiu que a prefeitura fizesse a inauguração da obra. Em seu despacho ela alega falta de um plano de gestão, mas este será apresentado pelo prefeito Emanuel Pinheiro em uma coletiva no dia 26 de dezembro.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(9) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Janeth - 25-12-2018 02:24:11

Pelo visto aqui so tem os apoiadores, os comissionados e os nomes herdados da era Taques cacarejando. Primeiro MT é trilhardário desde que aqui foi descoberto. Segundo taxar o agro e as grandes industrias que so recebem beneficios de tudo quanto é forma e gasta toda a grana lá fora. 3) esse povo de Anapolis e seus discipulos são muito cara de pau. 4) Logico que faltara dim dim para os honestos servidores. É tudo uma grande e patetica comunicação do mesmo de eras. Agora se é que o prefeito cometeu esse delito porque a armação ali foi forte do pobrinho do Silval e seu povo, ele tem que pagar os financiadores de campanhas ne. Ou, o povo é tão ingenuo que não sabem que sempre são os mesmos que patrocinam... Só mudam as modalidades, enderecos, cnoj e cpfs. Eu quero viver ainda para assistir UM governo nesse mt que preste. Preparem mesmo. Será o pior de todos com a diferenca da simpatica classe dos tribunais da vida e advogados em tudo quanto é canto ajeitando e jogando mais lixo ainda para debaixo do tapete. Esse homem sabua muito bem junto a todos o que o nosso MT vem sofrendo de Governo em Governo. Discursou lindamente para todos nós de forma firme que dia 1 de janeiro a casa estaria arrumada. Agora vem com essa. Mais um? De novo? Estamos lascados de vez.E a culpa do caldeirao é do atual prefeito que está cumprindo o seu papel se desdobrando? Qual prefeito que Cuiabá ja teve com tanto esmero. Não estou pixando o saco mas o magico e magicos não é Emanuel o prefeito. Oh povinho. Nao muda.

Responder

2
3


Adilio Faustini - 24-12-2018 17:06:36

Eu não acreditooooo. Eu não acreditoooooo.Matérias assim merecem que coloquemos as barbas de molho e façamos uma pesquisa antes de comentarmos.

Responder

6
4


Mato Grosso - 24-12-2018 11:25:31

Matéria tendenciosa. O Novo Pronto Socorro não tem condições de ser inaugurado. Está pronto pela metade. Nem alvará do Corpo de Bombeiros tem. Que vergonha do "jornalista" que escreveu isso. Pare de espalhar inverdades só por que o seu candidato não foi eleito.

Responder

23
10


Paulo César - 24-12-2018 10:00:29

Mauro Mendes é covarde, usa esses despreparados e oportunistas para fazerem o mal para Cuiabá. Esses vereadores estão todos sendo investigado por apropriação indébita dos salários e VI's dos servidores dos seus respectivos gabinetes. Triste o povo cuibano pagar por isso. Não nos esqueçamos que Mauro Mendes é um quebrado e precisa pagar as contas.

Responder

17
7


Juca - 24-12-2018 09:30:07

Enquanto isso os Cuiabáno estao morrendo

Responder

15
3


Cuiabano - 24-12-2018 09:01:57

Inverdade!! Todos sabem os motivos que este PS não será palco de malandros e usurpadores do erário!! Só um imbecil acreditou no paletó. Quem é alfabetizado sabe que esta matéria é tendenciosa. Mesmo Se for verdade......não é o MM que supostamente quer impedir.......mas o corrupção e a falta de planejamento. Nem se o paletó fosse mágico de OS conseguiria colocar e funcionamento um hospital desse. Na verdade quer desviar atenção do povo para as mazela que anda cometendo. Que os veículos de comunicação adentrem nas instalações deste futuro PS e demonstrarm que esta pronto a abrir as portas para atendimento ao povo após a data marcada para a suposta inauguração Se ficar provado Que esta tudo pronto o povo inaugura com ou sem Mauro.

Responder

26
7


Marina - 24-12-2018 07:34:12

Que matéria parcial é essa? Com certeza não dá p confiar no suposto "jornalista"... Esse é um dos males da política brasileira, a imprensa partidária... Esse jornalista não sabe quem é Emanuel Pinheiro? Ou tem memória curta? Boa coisa esse prefeito não está fazendo... Tem q esperar sim...

Responder

21
14


Souza - 23-12-2018 21:37:55

Me envergonho de ser brasileiro. Corrupção e briga por interesses em tudo. Já disse várias vezes q a honestidade de um país passa pelos tribunais.

Responder

40
4


Didi - 23-12-2018 20:45:17

Essa matéria gerou maior debate nos grupos de whatsapp

Responder

27
4


9 comentários