Posicionamento do vereador Abílio Júnior ridiculariza Câmara Municipal | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

POLÍTICA Segunda-feira, 02 de Dezembro de 2019, 18h:13 | - A | + A




CHACOTA

Posicionamento do vereador Abílio Júnior ridiculariza Câmara Municipal

Surtos e desequilíbrios do parlamentar mediocrizam imagem de Cuiabá


redacaomuvuca@gmail.com

Vereador por Cuiabá, Abílio Júnior (PSC) / Foto: Reprodução

O vereador por Cuiabá, Abílio Júnior (PSC), que carrega inúmeros processos de cassação, está prejudicando a imagem da Câmara Municipal e, consequentemente, de todos os outros vereadores devido aos posicionamentos que vem tomando ao longo de seu mandato. Com atitudes totalmente ridículas, como a de invadir a casa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), o Parlamento está se tornando piada na sociedade.

As chances de Abílio perder o seu mandato estão cada vez maiores, pois mesmo já tendo sido absolvido de um processo, ainda responde à Comissão de Ética da Casa, pela representação instaurada pelo suplente de vereador Oséias Machado (PSC), onde alega que o correligionário tem "praticado de forma reiterada e conscientemente atos incompatíveis como decoro parlamentar, por abuso de prerrogativas constitucionais asseguradas ao vereador".

Além disso, na última semana, Abílio foi acusado novamente de quebra de decoro parlamentar, mas com a adição dos crimes de improbidade administrativa, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.  Segundo a ação, o vereador deu um cargo comissionado a uma servidora fantasma, como recompensa pela funcionária ser sua ‘laranja’ em empresa.

Leia mais: Vereador Abílio é acusado de presentear sócia “laranja” com cargo comissionado

Em contraponto, para tentar se salvar da cassação, Abílio decidiu adotar uma postura ainda mais agressiva e desequilibrada, pois tem atacado todos os membros da Comissão de Ética, que irá julgar o comportamento do parlamentar. A primeira ‘vítima’ foi o vereador Adevair Cabral (PSDB), que chegou a registrar um Boletim de Ocorrência (BO), porque Abílio estava espalhando uma foto de Adevair “deitado em uma cama”.

Ademais, o vereador chegou a protocolar uma notícia-crime no Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), para investigar um relato feito pela servidora pública Elizabete Maria de Almeida. Conforme informações, a funcionária teria supostamente presenciado uma negociação para a compra de votos na cassação de Abílio, entretanto, o processo foi tumultuado e nada foi provado.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

jose a silva - 02-12-2019 18:42:02

Redação do MP cês tem brio, moral e vergonha na cara não? Invadir casa de prefeito? Desde quando estar na rua, em frente à casa é invasão? E de um prefeito, o famoso SR. PALETÓ, que deveria dar exemplo, fazendo ampliação/reforma sem licença, pra não pagar as devidas taxas? Quanto da reação do sr. Paletó é desproporcional aos fatos, se nada deve, nada deveria temer! Ou deve? Coitada dessa servidora! Garanto que vai sofrer as mais horrorosas reprimendas, chantagens de todo tipo e talvez até demissão! E quanto a prejudicar a imagem da CASA? Essa CASA DE E DOS HORRORES, pela sua composição e atualmente é das mais vergonhosas, as atitudes tomadas, a começar pela presidência! Tem um monte respondendo a processos, alguns foram presos, outros foram vendidos e ou comprados e por aí vai! SIMPLESMENTE UMA CASA QUE DEVERIA REPRESENTAR A SOCIEDADE CUIABANA, SÓ CAUSA ASCO, NOJO, VERGONHA E DECEPÇÃO!

Responder

13
6


LUIS APARECIDO - 02-12-2019 20:30:26

A servidora disse que fora convidada por sua chefe do Hospital São Benedito. Alegou também que sua chefe estava presente no evento. Sustentou que presenciou e gravou oferta de dinheiro pelo prefeito aos vereadores para cassar o Sr. Abilio. Pois bem hoje foi protocolado na DEFAZ E NA COMISSÃO DE ÉTICA PELO VEREADOR JUCA DO GUARANÁ (LOCAL ONDE OCORREU O EVENTO. Declaração da chefe da servidora no sentido de que não convidou a Servidora para se dirigir a casa do JUCA. QUE NÃO ESTAVA PRESENTE. QUE NÃO PAGOU OU PEDIU UBER PARA DESCOLCAMENTO DA SERVIDORA (TODAS ALEGAÇÕES DA SEVIDORA DENUNCIANTE). O VEREADOR TAMBÉM JUNTOU CONTROLE DE ACESSO DAS PESSOAS AO CONDOMININIO BELVEDERE ONDE RESIDE, DELATANDO QUE A DENUNCIANTE NÃO COMPARECEU NAQUELA LOCALIDADE NAQUELE DIA. A DENUNCIANTE DISSE QUE TINHA VIDEOS E AUDIOS COMPROVANDO OS FATOS NARRADOS..NÃO APRESENTOU...NÃO DISSE ONDE ESTÃO.....O CASO É BEM SIMILAR AO DELIRANTE ESTUPRO DO NEYMAR....KKKKKKKKKK.....

Responder

5
4


2 comentários

coluna popular
Fortalecimento de cadeias produtivas
Compartilhando Fake News
Educação Básica em pauta
Empenhada em políticas voltadas para mulheres
Encontros serão semanais

Últimas Notícias
09.12.2019 - 19:00
09.12.2019 - 17:21
09.12.2019 - 16:16
09.12.2019 - 15:53
09.12.2019 - 15:36




Informe Publicitário