PSDB dividido para eleição em Cuiabá | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

POLÍTICA Terça-feira, 12 de Novembro de 2019, 23h:06 | - A | + A




Racha tucano

PSDB dividido para eleição em Cuiabá

Avalone e Wilson estão fazendo "ingerência", acusa vereador


DC

As Executivas Estadual e Municipal do Partido Social da Democracia Brasileira (PSDB) estão em rota de colisão quando o assunto é eleição 2020. Enquanto os integrantes da Estadual defendem a todo custo o nome do empresário Carlos Nigro para a disputa majoritária na Capital no pleito do ano que vem, a Executiva Municipal se preocupa com a construção de uma chapa forte para a disputa proporcional.

Para o presidente do PSDB em Cuiabá, vereador Ricardo Saad (PSDB), está havendo uma “ingerência política” por parte da Executiva Estadual, especialmente dos dois deputados estaduais tucanos, Carlos Avalone e Wilson Santos.

“A idéia de candidatura própria tem que ser construída internamente, tem que vir das bases, vir de baixo pra cima, e não ser empurrada a guela a baixo como estão querendo fazer. Primeiramente temos que nos preocupar com as candidaturas proporcionais, pois estamos perdendo nomes”, critica o parlamentar tucano.

Apesar do discurso, Saad afirma que não é contra a candidatura própria. De acordo com ele, na última semana foi realizada uma reunião para tratar do assunto, onde estavam presentes o atual presidente da Estadual Paulo Borges, Nigro e também o ex-deputado federal Nilson Leitão.

Na oportunidade, o vereador afirma que o empresário foi questionado sobre a sua pretensão de disputar a eleição para prefeito de Cuiabá no ano que vem.

“O próprio Carlos Nigro nos disse que essa ainda é uma decisão prematura, que a candidatura majoritária deve ser construída nas bases do partido, e isso ainda não ocorrer. O próprio pretenso candidato mos colocou isso, mas a Executiva Estadual continua insistindo nisso. Esta havendo uma clara ingerência política, pois eles estão querendo impor sem, se quer, ouvir a opinião da Executiva Municipal que é quem vai coordenar a eleição no ano que vem”, criticou Saad fazendo referência, principalmente, a Carlos Avalone.

O vereador afirma estar extremamente preocupado com a eleição proporcional. “O nome do Nigro está sendo colocado, não somos contra, mas tem que ser construído. Agora, precisamos trabalhar, primeiramente, as nossas bases e construir uma chapa forte para vereador”, enfatizou.

Nos últimos meses o PSDB perdeu dois pretensos candidatos. Trata-se dos ex-vereadores Maurélio Ribeiro e Lueci Ramos, que deixaram o ninho tucano.

Em março do ano que vem, quando será aberta a janela partidária, a legenda deverá perder outro nome de peso. Isto porque, o vereador Adevair Cabral (PSDB) já esta de malas prontas para migrar para o PTB, onde ele está sendo contado, inclusive, para ser candidato a vice-prefeito em uma eventual chapa encabeçada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Dr João ressalta importância da cultura do estado
Vereador não sabe diferenciar poderes
Expediente irá funcionar normalmente
Pela segunda vez
Prefeitura de VG

Últimas Notícias
11.12.2019 - 18:47
11.12.2019 - 18:19
11.12.2019 - 17:46
11.12.2019 - 17:24
11.12.2019 - 16:40




Informe Publicitário