Selma puxa debandada do PSL | MUVUCA POPULAR

Domingo, 23 de Fevereiro de 2020

POLÍTICA Quarta-feira, 09 de Outubro de 2019, 07h:32 | - A | + A




Símbolo de laranjal, volta a insignificância

Selma puxa debandada do PSL

Símbolo de laranjal, volta a insignificância


Muvuca Popular

A saída da sanadora do PSL não foi apenas um ponto na curva decadente do partido que hoje comanda o Brasil, virou declive. Com o cerco da Polícia Federal se fechando sobre o laranjal  de candidaturas femininas, com direito a memes infinitos nas redes sociais e o apelido que já grudou, associando-o a laranjas, a tendência é que o próprio preisente da República, Jair Bolsonaro, abandone a sigla.

O movimento antecipatório de Selma com sua permanência na base aliada, portanto, foi estratégico para o rumo dos bolsonaristas. Junto com o presidente, a maioria dos deputados federais, estaduais e senadores eleitos na última eleição, irão seguir o fluxo migratório.

Em Mato Grosso, o próprio presidente da sigla, Nelson Barbudo, já emitiu sinais de que vai deixá-la. Os deputados estaduais Delegado Claudinei e Silvio Fávero não terão outra opção senão acompanhar o bando.

O PSL deve voltar a ser minúsculo e insignificante, nas mãos do comunitário Emídio de Souza, que por anos carregou a sigla numa pasta embaixo do braço.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Rosalvo - 09-10-2019 23:23:10

Vai sobrar só o 'macaco duas vezes', bordão do Emídio

Responder

1
0


Oi? - 09-10-2019 11:12:28

Dizem que é partido do suco de laranja. O suco acabou, sobrou o quê? O bagaço. Agora ninguém mais quer. Eita, Brasil!

Responder

6
0


2 comentários

coluna popular
Aliança pelo Brasil não conseguiu adeptos
Mobilização em Cuiabá
Veja trecho da decisão
Sintonia com a Casa de Leis
Biometria é obrigatória por lei

Últimas Notícias
23.02.2020 - 06:04
22.02.2020 - 19:14
22.02.2020 - 16:04
22.02.2020 - 15:22
22.02.2020 - 11:52




Informe Publicitário