Setembro supera em 20% o total de focos de calor registrados em 2018 | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 12 de Novembro de 2019

POLÍTICA Sexta-feira, 13 de Setembro de 2019, 12h:31 | - A | + A




Aumento das queimadas

Setembro supera em 20% o total de focos de calor registrados em 2018

Se as queimadas seguirem neste ritmo é possível que o número de focos chegue a 35 mil ocorrências


redacaomuvuca@gmail.com

b67dfbdf8f89bb06536a9784093794ee.jpg

Foto: Reprodução

Conforme o Instituto Centro de Vida (ICV) o número de focos de calor em Mato Grosso no mês de setembro já superou em 20% o total de focos registrados em todo o ano passado.

Um estudo realizado de 5 a 11 de setembro mostrou 4.409 novos registros no período de uma semana, tendo uma média de 630 novos focos por dia.

Segundo o ICV, se as queimadas seguirem neste ritmo, e considerando que a estação chuvosa ainda está longe de iniciar, é possível que o número de focos chegue a 35 mil ocorrências, o que seria o maior número em um ano desde 2010.

Em áreas protegidas, as terras indígenas correspondem à 22% do total dos focos de calor no período proibitivo. Sendo que, apenas no mês de janeiro deste ano, foi constatado um aumento de 51% em relação ao ano passado, possuindo 3,8 mil focos de calor.

As terras indígenas do povo Xavante foram as mais afetadas em janeiro, sete das dez terras com o estado mais alarmante em Mato Grosso são da comunidade Xavante. De acordo com as lideranças da Aldeia, a maior parte dos focos parte de fora dos limites das terras. As comunidades indígenas Pimentel Barbosa (402 focos), Marechal Rondon (397 focos) e Areões (395 focos) são as mais afetadas.

Entre as unidades de conservação, as que protegem o Cerrado são as mais afetadas pelas queimadas até agora. O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães fechou nesta semana para visitação devido ao risco oferecido pelo fogo dentro do parque. A estimativa é que o fogo já tenha consumido 5 mil hectares de vegetação.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários