Sindimóveis cobra mais transparência do Creci de Mato Grosso  | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020

POLÍTICA Sábado, 19 de Setembro de 2020, 08h:00 | - A | + A




Conflito entre Corretores

Sindimóveis cobra mais transparência do Creci de Mato Grosso

Conselho recusa dialogar com o Sindicato e fornecer dados dos corretores registrados na entidade


redacaomuvuca@gmail.com

Creci MT

Foto: Reprodução

O Sindicato dos Profissionais do Setor Imobiliário de Mato Grosso (Sindimóveis-MT), denunciou ao Muvuca Popular neste sábado (19), uma atitude um tanto quanto autoritária do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-MT).

Conforme o presidente do Sindicato, Juliano Lobato Evangelista, o atual presidente do Conselho, Benedito Odário, tem se recusado a compartilhar dados importantes sobre os corretores de imóveis registrados no Creci, gerando um enorme conflito entre a categoria.

Recentemente, o Sindimóveis realizou uma Assembléia Virtual histórica, contando com a presença de mais de 256 corretores, residentes em diversos municípios do Estado. Na reunião, foram apreciadas 11 pautas, entre elas, a principal teria sido a exigência por mais transparência no Creci; veja quais foram as pautas discutidas ao final da matéria.

“A categoria está exigindo mais transparência do Creci, as informações, elas não estão sendo transmitidas aos corretores com fácil acesso e clareza, nós do Sindicato, solicitamos uma informação de domínio público, que deve ser compartilhada entre entidades e até hoje eles sequer responderam o nosso ofício”, relatou Juliano ao Muvuca Popular.

De acordo com Lobato, essa é a cobrança mais “fervorosa” dos corretores, contemplando a maioria dos que estavam presentes na Assembleia.

Além disso, Juliano ainda contou que o presidente do Creci, Benedito Odário não só estava presente, como o foi ofertado um espaço para que pudesse se manifestar sobre o descontentamento da categoria, no entanto, ele teria permanecido  “mudo” durante toda a reunião.

“Demos um espaço pra ele, tínhamos a expectativa de que ele fosse responder à categoria sobre a Política de relacionamento do Creci com o Sindimóveis, já que os quatro ofícios protocolizados são para cumprimento das decisões proferidas pela categoria na Primeira Assembléia Virtual da Categoria. O espaço de mais de uma hora foi concedido também para que ele e todos os demais manifestassem opinião sobre os temas que a categoria discutiu, votou e aprovou na assembleia. No entanto, ele entrou na Assembléia mudo permanece até agora, calado”, relatou o presidente do Sindicato.

O Muvuca Popular entrou em contato com o presidente do Conselho, Benedito Odário, para que desse sua versão dos fatos, no entanto, não obtivemos retorno até o fechamento da presente matéria.

Veja quais foram as pautas apreciadas pelo Sindicato na Assembleia Virtual:

PAUTA 1 - EXPRESSA ORDEM DO DIA: “Deliberações sobre partilha de honorários entre corretores e definição de limites de participação de terceiros intermediários nao-corretores em negócios Imobiliários";

PAUTA 2 - Criação do seguro de vida e acidentes pessoais para o Corretor de Imóveis, mediante contratação sob responsabilidade exclusiva do sindicato, em apólice coletiva, de valor único anual;

PAUTA 3 - Solicitar Cadastro atualizado da Diretoria, Apoiar, Incentivar, Conhecer e Fiscalizar a atuação de toda e qualquer Associação de Corretores de Imoveis no Estado de Mato Grosso;

PAUTA 4 - criação de Planos de Saúde em grupo a nível estadual aos Corretores e dependentes, mediante formação de um fundo financeiro de reserva;

PAUTA 5 - criação de um Classificados tipo diário oficial dos corretores de imóveis com circulação em todo o Estado para que possamos concentrar as nossas publicações oficiais das Imobiliárias como extravio de documentos, editais, balanços obrigatórios, desagravos e outras publicações de cunho fiscal e obrigatório, bem como tornar obrigatório que todo e qualquer empreendimento Imobiliário divulgue suas licenças e seu respectivo número de registro em cartório, divulgação antecipada de plantões das Imobiliárias e divulgações de estagiários e seus respectivos responsáveis incluindo as alterações, divulgação das autuações e resultados das fiscalizações do CRECI bem como publicação dos Balanços de receita e despesa e patrimônio adquirido incluindo despesas de pessoal e gastos do cartão corporativo e gastos com comunicação social e propaganda do CRECI de MT por exercício fiscal;

PAUTA 6 - Implementar lei estadual de obrigatoriedade da anotação do nome do corretor a margem das matrículas nas transações que forem intermediadas;

PAUTA 7 - Prorrogação das INSCRIÇÕES para Delegado e Delegada Sindical;

PAUTA 8 - Criar comissão de Celebração de Convênios e eleger membros voluntários;

PAUTA 9 - Eleger membros voluntários para a Comissão de ética;

PAUTA 10 - Eleger Membros voluntários para a Comissão de avaliação Imobiliária;

PAUTA 11- Eleger membros de atuação voluntária para a comissão de Direito Imobiliário.

Leia mais: Em sua 2ª Assembléia a categoria dos Corretores de Imóveis aprova pauta que força a adoção de MAIOR TRANSPARÊNCIA na gestão de Benedito Odário frente ao CRECI de Mato Grosso

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Benedito costa - 19-09-2020 12:54:16

O CRECI precisa passar por um pente fino, tirar os caras que a anos manda ali, como é o caso do Rui Pinheiro que não está lá, mais manda mesmo assim. Tirar o tal Contreras outro mala sem alça. As ideias são boas, mais essa de colocar o nome do corretor nas matrículas? É vincular o profissional a problemas futuros. O correto é que os cartório só pudessem lavrar escrituras acompanhando de um corretore. Plano de saúde já era pra ter a muito tempo, assim como plano de aposentadoria tipo cx de pecúlio como a OAB dispõe. Criar linha de crédito ao profissional da corretagem. Esse sindiscon tambem só atende as empresas.

Responder

2
1


Juliano Lobato - 19-09-2020 13:21:04

Colocar o nome do corretor na matrícula é impedir que o corretor seja responsabilizado por negócios que não intermediou e também entregar à sociedade a mensagem da importância de haver um profissional qualificado para analisar a legalidade da transação Imobiliária. Corretor não vende imóvel, quem vende imóvel é o proprietário. A função do corretor é aproximar e orientar as duas partes : comprador e vendedor do imóvel.

Responder

2
1


2 comentários

coluna popular
Pastor Ipocran recebe da prefeitura e dá calote em
Candidata diz que não teve total apoio feminino
Morte de saguis
Personalidade política
Governo tomou medidas necessárias

Últimas Notícias
27.11.2020 - 00:40
26.11.2020 - 22:36
26.11.2020 - 21:37
26.11.2020 - 20:22
26.11.2020 - 20:07




Informe Publicitário