Sintep acusa Governo de agir com insensibilidade durante pandemia | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 27 de Maio de 2020

POLÍTICA Quinta-feira, 02 de Abril de 2020, 14h:20 | - A | + A




Crise Econômica

Sintep acusa Governo de agir com insensibilidade durante pandemia

Contratos dos profissionais da educação foram suspensos


redacaomuvuca@gmail.com

Foto: Reprodução

Após suspender cerca de 10 mil contratos de professores interinos (temporários) da Secretaria de Educação (Seduc), o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público (Sintep-MT) se manifestou sobre a decisão e acusou o Governo do Estado de agir com insensibilidade durante a pandemia do coronavírus. 

“Baseado na política de redução do Estado, o governo sustenta medidas austeras contra os/as servidores/as, implantadas desde o início da gestão, intensificadas com a greve de 79 dias em 2019, e agora reforçadas dentro do cenário do Covid-19”, afirmou o presidente do Sintep, Valdeir Pereira. 

Segundo o sindicalista, a Saúde está sem recursos para enfrentar o desafio exigido no combate ao Covid-19; seguido pela ausência de estratégias para a Educação Pública. “Foram meses de adiamento da convocação dos aprovados no concurso de 2017, mantendo os contratos temporários e agora lava as mãos para a situação de vulnerabilidade desses trabalhadores, iniciam o ano de 2020 desempregados, pela ausência de gestão do governo”, criticou.

Em recente comunicado da Seduc para os parlamentares da Assembleia Legislativa (ALMT), o órgão justificou não poder atribuir aulas a contratos temporários nesse momento por incidir em responsabilidade administrativa, já que as aulas foram suspensas.

“A compreensão do governo é de que  apenas haja suspensão nos direitos dos servidores  (Revisão Geral Anual – RGA e as leis de carreira – Lei 510/2013).Contudo, a Lei de Responsabilidade Fiscal continua mantida, a Emenda Constitucional 81 que congela os investimentos em Saúde, Educação, Assistência Social e outras, por cinco anos, permanece. É fundamental que o governo efetive políticas para a sobrevivência dos trabalhadores/as”, cobra Valdeir.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Jedae - 03-04-2020 10:43:02

Mestre, como faço pra saber, se um esquerdopata é do PT, PSOL, PCdoB ou REDE? De capim a ele. SE ele esconder atrás do monte de alfafa e aparece a cada 4 anos é REDE. Se ele queimar e cheira o capim, é do PCdoB. Se fmar e do PSOL. SE fumar e dar o caneco e do PT!

Responder

0
0


Jedae - 03-04-2020 10:35:52

Mestre, como faço pra saber, se um esquerdopata é do PT, PSOL, PCdoB ou REDE? De capim a ele. SE ele esconder atrás do monte de alfafa e aparece a cada 4 anos é REDE. Se ele queimar e cheira o capim, é do PCdoB. Se fmar e do PSOL. SE fumar e dar o caneco e do PT!

Responder

0
0


Moacir paelo - 02-04-2020 14:50:30

Com a palavra o sr governador mauro mendesr

Responder

1
0


3 comentários

coluna popular
Deputada diz ter 80% de chance de ser escolhida
12,1°C
Entregam 500 toneladas de alimentos
Não quer dividir méritos
Pesquisa nacional

Últimas Notícias
27.05.2020 - 23:20
27.05.2020 - 21:23
27.05.2020 - 21:15
27.05.2020 - 20:59
27.05.2020 - 20:41




Informe Publicitário